Cristiano Ronaldo

Cristiano Ronaldo retornou ao Manchester United e estreia neste sábado (Foto: Reprodução/@ManUtd)

LANCE!
11/09/2021
07:15
Rio de Janeiro (RJ)

Protagonista entre os maiores jogadores da história do futebol, Cristiano Ronaldo construiu seu legado com bolas na rede e títulos. Embora ostente o apelido "Robô" por sua excelência profissional, CR7 esbanja empatia e solidariedade. Referência dentro das quatro linhas, suas ações fora de campo também o ajudaram a ser unanimidade no mundo da bola. Neste sábado, o craque português estreia no Manchester United após 12 anos longe do Old Trafford.

+ Confira a classificação do Campeonato Inglês!

Cristiano Ronaldo foi nomeado, em 2015, pela 'Athletes Gone Good', como o atleta mais solidário do mundo. Construções de escolas na Palestina, fome na África, hospitais na Síria e causas do câncer já foram alguns focos de suas doações.

Nessa lista, separamos os principais gestos humanitários de CR7 ao redor do mundo.

COMBATE CONTRA COVID-19

Diante da pandemia do coronavírus, Cristiano Ronaldo sofreu o maior corte salarial entre jogadores da Juventus, que estipulou o acordo prevendo prejuízos devido à Covid-19. Apesar da queda, Cristiano Ronaldo protagonizou mais um gesto de solidariedade. Segundo o "TuttoSport", o jogador doou cinco respiradores a hospitais de Madeira, sua cidade natal. CR7 também custeou dezenas de leitos em instalações nos centros portugueses de Lisboa e Porto. Os custos ultrapassaram a casa dos 3,5 milhões de euros.
 
- Fomos contactados pelo Jorge Mendes, que se voluntariou com Cristiano Ronaldo para financiar duas unidades de cuidados intensivos para doentes críticos que sofrem de Covid-19 - disse Daniel Ferro, presidente da administração do Hospital de Santa Maria, em Lisboa.

ESCOLAS NA PALESTINA

Dono da Chuteira de Ouro de 2011 após marcar 40 gols na temporada, Cristiano se desfez do prêmio que ostentava na estante. Por 1,3 milhões de euros, CR7 vendeu a premiação e doou todo o dinheiro arrecadado para a construção de escolas na Faixa de Gaza, devastada pela guerra entre Palestina e Israel. E não foi a única vez que ele fez isso. Em 2013, quando ganhou a Bola de Ouro da Fifa e foi escalado para o time do ano da Uefa, Cristiano Ronaldo também doou as bonificações para fundação Make-A-Wish e Cruz Vermelha.

EMBAIXADOR

Cristiano Ronaldo é embaixador de três importantes instituições de caridade: Save the Children, Unicef e World Vision. Além do aporte financeiro, o jogador participou do combate à fome na África e protagonizou campanhas em prol de crianças sírias afetadas por conflitos que assolaram o país

RELAÇÃO COM CRIANÇAS

Em 2015, Haidar - um garotinho do Líbano - foi vítima do atentando do Estado Islâmico em Beirute, que matou mais de 43 pessoas. Entre elas, os pais do menino. Além do choque pelas imagens devastadoras, Haidar viralizou ao ser fotografado com a camisa do Real Madrid. A triste história comoveu o clube espanhol, que promoveu junto a Cristiano Ronaldo um encontro com o menino de três anos, fã do jogador.

Outra marcante ação de CR7 ocorreu em 2015. Quando descobriu que Nuhuzet Guillen, de nove anos, tinha cancro terminal, enviou um motorista para levar ele e a família para o hotel do Real Madrid. Depois de o convidar para assistir a uma partida, Cristiano Ronaldo dedicou um gol a Nuhuzet e lhe deu a camisa de jogo.

Em 2014,  outra ação solidária. Cristiano desembolsou 62 mil euros para bancar a cirurgia de Erik Ortiz Cruz, de 10 anos, que sofria de displasia cortical. O português ainda continuou pagando por futuros tratamentos do jovem, que leva uma vida saudável com a família.

DOAÇÃO DE SANGUE

Hoje, é raro ver jogadores que não possuem tatuagens espalhadas pelo corpo. Cristiano Ronaldo, porém, decidiu não seguir o protocolo do mundo da bola para continuar doando sangue. Vale lembrar que durante certo período de tempo, pessoas que fizeram tatuagens não podem doar por conta do risco de infecção.

FOI MAL! 

Pelo Campeonato Espanhol, em 2011, Cristiano Ronaldo acertou um chute sem querer no rosto de um torcedor do Real Madrid. O fã ficou com o nariz ensanguentado pela pancada. Após o jogo, CR7 presenteou o fã com uma camisa como um pedido de desculpas.

AQUI, NÃO!

Em um evento publicitário japonês que ocorreu em 2015, um garoto levou a sala de imprensa aos risos após tentar falar português com Cristiano. O jogador questionou os jornalistas presentes no auditório: 'Por que os risos? Ele fala português muito bem! Eles deveriam ficar felizes por ele ter se esforçado'. O gesto foi aplaudido pelo público presente.