Casagrande

O ex-jogador Walter Casagrande é comentarista do Grupo Globo (Divulgação)

LANCE!
21/03/2021
10:29
São Paulo (SP)

Para o comentarista Walter Casagrande, do Grupo Globo, falta maior comprometimento de jogadores de futebol brasileiros acerca dos assuntos que envolvem a sociedade. Ex-jogador, Casão destaca que o motivo principal para a ausência de uma "voz" mais ativa por causas sociais no Brasil é a alienação.


>> Veja a tabela do Campeonato Paulista


- Falta comprometimento ao jogador de futebol em relação à sociedade e ao que acontece no mundo. Movimentos antirracistas, vacina, homofobia e várias outras coisas para as quais a sociedade despertou e resolveu lutar contra com força e razão, estão sem a voz entre os ídolos do esporte, principalmente do futebol. Eu não vou usar a expressão "mais ignorantes", mas acho que são mais alienados - afirmou Casagrande ao blog do Ancelmo Góis, do "O Globo".

"Acho que a maior parte dos jogadores é infantilizada"

Casagrande

- Acho que a maior parte dos jogadores é infantilizada. Quando fiquei internado um ano no meu tratamento de dependência química, passei a descobrir as síndromes que tinha desenvolvido ao longo da vida. E uma bem comum aos dependentes químicos é a "Síndrome do Peter Pan", aquela coisa de você se recusar a virar adulto, de sempre se comportar como um adolescente. Essa geração tem uma recusa muito forte de amadurecer. Vive no meio de um conto de fadas, que os tira totalmente do eixo - contou.

Casagrande aponta que há dois jogadores brasileiros que são exceções: Richarlison, do Everton (ING), e Igor Julião, do Fluminense. Porém, destaca que é insuficiente diante da dimensão do mundo futebolístico, mandando indireta para jogadores que comentam reality shows.

'Só pensam em ter, em ostentar e em comentar reality show em rede social, enquanto o Brasil está pegando fogo, sendo destruído'

Casagrande

- Tem exceções: vemos o Richarlison, por quem tenho uma admiração muito grande, e o Igor Julião, jogador do Fluminense, que eu também gosto muito. Mas é pouco. No universo do futebol, isso é quase nada. Os jogadores atuais são alienados politicamente e socialmente. Só pensam em ter, em ostentar e em comentar reality show em rede social, enquanto o Brasil está pegando fogo, sendo destruído - completou.

A indireta sobre reality shows abrange alguns jogadores que interagem com os fãs nas redes sociais sobre programas de televisão, entre eles, o atacante Neymar, considerado por muitos o maior talento que o futebol brasileiro tem em atividade no momento.

O craque do PSG tem o costume de comentar o reality "Big Brother Brasil", da TV Globo. Recentemente, ele foi questionado por um torcedor sobre sua "participação" frequente nas redes sociais falando do programa.