Carol Solberg

Carol Solberg foi julgada pelo STJD após gritar "fora, Bolsonaro" em entrevista depois de competição (Reprodução/SporTV)

LANCE!
30/01/2021
10:31
Rio de Janeiro (RJ)

A atleta de vôlei de praia Carol Solberg, que foi absolvida pelo STJD após gritar "fora, Bolsonaro" em entrevista após a primeira etapa do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia, questionou a publicação de uma foto do vice-presidente e CEO da CBV Radamés Lattari e do técnico da seleção masculina de vôlei de quadra Renan dal Zotto com uma camisa customizada para o deputado Arthur Lira, candidato do presidente Bolsonaro à presidência da Câmara dos Deputados. 

​> Confira a classificação atualizada do Brasileirão 2020 e simule os resultados

- Ver o principal membro atuante da CBV manifestar seu apoio a um candidato político através da camisa da seleção brasileira de vôlei de quadra, às vésperas de uma eleição tão decisiva para o país e ainda dizer que esse apoio não representa a CBV, não faz sentido e é no mínimo muito controverso - disse a atleta em post no Instagram.

Durante a primeira etapa do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia, Carol Solberg gritou "fora, Bolsonaro" em uma entrevista depois da partida. A CBV havia multado a atleta em mil reais por "deixar de cumprir, ou dificultar o cumprimento de regulamento, geral ou especial, de competição". Em seguida, Solberg recorreu e teve sua multa transformada em uma advertência pela STJD. Após recorrer em última instância, Carol Solberg conseguiu reverter a decisão e ser absolvida pela manifestação.

O técnico da seleção brasileira de vôlei de quadra Renan dal Zotto afirmou, em seus Stories, que era apenas uma ação de marketing e que não imaginava que poderia ser um "ato político". Em seguida, o técnico postou outras camisas customizadas que a CBV entregou a outros políticos, como o ex-presidente Lula e o atual vice-presidente Mourão. 

Veja a postagem original de Carol Solberg no Instagram:

A CBV afirmou em nota que não apoia Arthur Lira e que "a entidade não tem preferências políticas".