LANCE!
15/02/2021
10:51
São Paulo (SP)

O jornalista Carlos Cereto detonou a arbitragem de vídeo, nesta segunda-feira, após uma falha no sistema de verificação na vitória do Internacional, no domingo. Durante o "SporTV News", Cereto disparou que o VAR não poderia ter falhado em um jogo decisivo e disse que era contra "essa porcaria".

+ Confira a tabela de classificação do Brasileirão

Carlos Cereto
Carlos Cereto é comentarista esportivo na Globo (Reprodução/SporTV)

- Eu sou contra essa porcaria de árbitro de vídeo, eu não gosto do VAR. Acho que veio para esculhambar o futebol de uma vez. Sobre o árbitro de vídeo no Brasileiro, no primeiro turno, houve um gol anulado do São Paulo do Luciano contra o Atlético Mineiro, onde o Leonardo Gaciba, presidente de arbitragem da CBF, reconheceu que o gol foi mal marcado, porque houve um erro de quem comandava o VAR - palpitou Cereto, que seguiu:

- Se não pode confiar em quem está mexendo no árbitro de vídeo, não pode confiar na tecnologia, porque pode dar problema... então não se pode confiar no VAR. Para mim, o Campeonato Brasileiro está desmoralizado. O VAR está avacalhado.

O lance lembrado pelo comentarista aconteceu em setembro do ano passado. Logo, a temporada do VAR, segundo ele, não teria credibilidade para seguir no campeonato. Caso o Vasco não perdesse, o time carioca poderia ficar mais distante da zona de rebaixamento. Assim como um empate do Internacional prejudicaria a equipe colorada na luta pelo título.

- O árbitro de vídeo poderia ter definido o Campeonato Brasileiro, definido o rebaixamento. Não poderia ter pifado em um jogo desses - disse ele.

No Rio de Janeiro, o Flamengo venceu o Corinthians por 2 a 1, no Maracanã. Já em São Januário, o Internacional arrancou três pontos do Vasco ao ganhar por 2 a 0.

O duelo pelo título do Brasileiro entre Flamengo e Inter segue agitando o topo da tabela. Os dois clubes se enfrentam na próxima rodada, dia 21 de fevereiro, no Maracanã, em disputa direta pelo prêmio e pela primeira colocação, pela 37ª rodada.