GP da Emília-Romanha de Fórmula 1

Max Verstappen assumiu a liderança logo na largada e não foi mais superado (Foto: Miguel MEDINA / AFP)

LANCE!
18/04/2021
13:10
Bolonha (ITA)

A Band alcançou 4,3 pontos de média e pico de 5,5 na Grande São Paulo com a Fórmula 1 na manhã deste domingo. Com isso, a nova casa da categoria alcançou a vice-liderança, permanecendo por 45 minutos não consecutivos, durante o GP de Emilia-Romagna que durou por volta de duas horas. 

+Confira a tabela com os confrontos da Libertadores da América 

A informação foi publicada pelo portal 'Teleguiado'. A Band permaneceu em 3º lugar durante 67 minutos de transmissão, contando o aquecimento da emissora com nomes como Sérgio Maurício, Reginaldo Leme, Max Wilson e Mariana Becker.  

BAND X GLOBO
No inicio da corrida, a Globo tinha 5,2 pontos de audiência a mais do que a Band (8,1 a 2,9), porém, às 11h59, quando a Globo transmitia o 'Esporte Espetacular', e faltando seis voltas para o fim da disputa, a emissora paulista chegou a diminuir a distância para apenas 1,3 ponto (6,8 a 5,5). Os números divulgados são preliminares, sendo os dados consolidados divulgados pela Kantar Ibope nesta segunda-feira.

Somados os minutos de transmissão do pré-show, da entrega dos troféus e dos comentários no Show do Esporte com Reginaldo Leme e Max Wilson, a Band alcançou 3,8 pontos de média, mesmo indicativo da Record. A Globo marcou 7,4 pontos e o SBT ficou em segundo lugar com 4,3.

A CORRIDA
A chuva que deu as caras em Ímola cerca de uma hora antes da largada do GP da Emília-Romanha mudou a história da segunda etapa da temporada 2021 da Fórmula 1. Teve de tudo na tarde deste domingo (18) no tradicional circuito italiano.

Erro de Lewis Hamilton, batida fortíssima envolvendo George Russell e Valtteri Bottas, intervenção do safety-car e até bandeira vermelha. E teve também uma atuação de gala de Max Verstappen, que assumiu a liderança logo na largada e não foi mais superado.

Nem mesmo um erro cometido antes da relargada tirou o brilho do holandês, que venceu pela primeira vez neste ano e pela 11ª vez na carreira na F1. Foi a primeira vitória de um piloto empurrado por motor Honda em Ímola desde o triunfo de Ayrton Senna no GP de San Marino de 1991.