Marcio Baby

Márcio Baby jogou pelo Fluminense entre 1992 e 1994 (Foto: Arquivo Flu Memória)

LANCE!
07/04/2021
13:43
Rio de Janeiro (RJ)

Após ser baleado em uma tentativa de assalto na última terça-feira, na Vila da Penha, bairro da Zona Norte do Rio de Janeiro, Márcio Roberto dos Santos Ribeiro, o Márcio Baby, ex-jogador do Fluminense, não resistiu e morreu nesta quarta. Ele tinha 48 anos. A informação foi confirmado pela assessoria da Secretaria de Saúde do estado.

"A direção do Hospital Estadual Getúlio Vargas (HEGV) informa que o paciente Márcio Roberto dos Santos Ribeiro apresentou piora em seu estado de saúde e evoluiu para óbito nesta quarta-feira (07/04)", informou a secretaria.

Na noite de terça, o quadro era considerado estável. Márcio foi operado assim que chegou ao Hospital Getúlio Vargas - localizado no mesmo bairro. Em nota, a Polícia Militar disse que o 41º BPM (do bairro de Irajá), responsável pela região onde Márcio foi baleado, não foi acionado para a ocorrência. Porém, militares do 16º BPM (de Olaria) foram chamados para o Hospital Estadual Getúlio Vargas.

O ex-atleta estava com uma mulher numa padaria na na Rua da Inspiração quando um homem se aproximou dele e disparou pelo menos dois tiros. Os assaltantes conseguiram fugir do local.

Revelado pelo Fluminense, Márcio Baby defendeu as cores do clube entre 1992 e 1994. O ex-zagueiro fez 49 partidas e marcou dois gols. Nas redes sociais, o clube lamentou a "trágica morte".

- O Fluminense lamenta profundamente a trágica morte do ex-jogador Márcio Baby, que atuou de 92 a 94 pelo Tricolor. O clube deseja muita força aos amigos e familiares neste momento tão difícil - escreveu.