Cerro x Fluminense

Nene marcou o primeiro gol do Fluminense na partida contra o Cerro Porteño (Foto: AFP)

LANCE!
13/07/2021
21:12
Assunção (PAR)

O Fluminense iniciou as oitavas de final da Libertadores com o pé direito. Nesta terça-feira, a equipe brasileira venceu o Cerro Porteño por 2 a 0 e levou uma importante vantagem para o confronto de volta, no Rio de Janeiro. Os gols, no Estádio La Nueva Olla, em Assunção, no Paraguai, foram marcados pelo meia Nene e o lateral-esquerdo Egídio.

O confronto de volta será na próxima terça, dia 20, às 19h15 (de Brasília), no Maracanã. O Flu volta a entrar em campo no sábado, quando recebe o Grêmio às 21h pelo Brasileirão. Já o Cerro faz a partida pelo Clausura, o campeonato paraguaio, na sexta-feira, às 20h, contra o Sportivo Luqueño.

Veja os confrontos da Libertadores

INTENSIDADE

O Fluminense começou melhor a partida e tentou explorar a marcação alta para se aproveitar das deficiências do Cerro Porteño. Nene e Yago Felipe exigiram defesas do goleiro logo nos primeiros minutos e Abel Hernández criou a melhor oportunidade mandando uma bola rente à trave. O Tricolor teve a posse e as finalizações em um ótimo primeiro tempo - até os 30 minutos -, inclusive com uma bola no travessão de Nene.

MELHORA DOS MANDANTES

Pelo lado do Cerro, a equipe teve dificuldades para encontrar os espaços na marcação encaixada do Fluminense. Os paraguaios, que sequer chegavam ao gol de Marcos Felipe, conseguiram criar suas boas chances em sequência e aos 34 minutos, Boselli exigiu bela defesa do goleiro. O ex-Corinthians ainda chegou a balançar a rede, mas teve o gol anulado por impedimento. O centroavante, na verdade, não estava a frente na jogada, mas o auxiliar levantou a bandeira ao invés de esperar o lance acabar. Por isso o árbitro apitou antes do gol, e o VAR não pôde validar a jogada.

TÁ ON

Se não conseguiu achar o gol no primeiro tempo, o Fluminense precisou de três minutos para, enfim, abrir o placar no segundo. Luiz Henrique, que entrou na vaga de Biel no intervalo, iniciou a jogada, Abel errou o domínio e a bola sobrou para Caio Paulista, com frieza, servir Nene. O meia chegou batendo de primeira para fazer 1 a 0 no Paraguai.

NUNCA CRITICADO

Atrás no placar, o Cerro passou a pressionar mais o Fluminense, mas viu o Tricolor se segurar bem. E foi no contra-ataque, uma das virtudes do time, que os visitantes ampliaram. Aos 15 minutos, Nene foi lançado na ponta e tocou para Caio Paulista, que demorou a chutar, foi desarmado e viu a bola sobrar para Egídio dar belo chute e marcar o segundo do Flu.

VITÓRIA CONSOLIDADA

Com boa vantagem no placar, o Fluminense ficou ainda mais confiante e viu o Cerro sem conseguir ser eficiente. Luiz Henrique e Abel apareceram bem na área, assim como Cazares. Pelo outro lado, os paraguaios seguiram tentando, especialmente após os 25 minutos. Lucca ainda perdeu uma chance inacreditável já na reta final, mas o Flu venceu mesmo assim.

FICHA TÉCNICA
CERRO PORTEÑO 0x2 FLUMINENSE

Data/Hora:
13/07/2021, às 19h15 (de Brasília)
Local: Estádio La Nueva Olla, Assunção (PAR)
Árbitro: Facundo Tello (ARG)
Assistentes: Cristian Navarro (ARG) e Julio Fernandez (ARG)
Árbitro de vídeo: Cesar Deishler (CHI)

Gols: Nene (3'/2ºT) (0-1), Egídio (15'/2ºT) (0-2)
Cartões amarelos: Alexis Duarte (CCP)
Cartões vermelhos: -

CERRO PORTEÑO: Jean; Espínola (Fernando Romero - 36'/2ºT), Duarte, Delvalle, Alan; Villasanti, Morales (Adrián Martínez - 36'/2ºT), Carrascal (Bobadilla - 20'/2ºT), Claudio Aquino, Mateus Gonçalves (Giménez - 20'/2ºT); Mauro Boselli (Fariña - 43'/2ºT). Técnico: Francisco Arce.

FLUMINENSE: Marcos Felipe; Samuel Xavier, Manoel, Luccas Claro, Egídio; André (Wellington - 45'/2ºT), Yago Felipe, Nene (Cazares - 27'/2ºT); Gabriel Teixeira (Luiz Henrique - intervalo, Caio Paulista (Kayky - 36'/2ºT) e Abel Hernández (Lucca - 27'/2ºT). Técnico: Roger Machado.