Maracanã Fluminense

Mosaico feito pela torcida do Fluminense em jogo no Maracanã (Foto: Lucas Merçon/Fluminense FC)

Luiza Sá
08/09/2020
07:30
Rio de Janeiro (RJ)

Com partidas realizadas com portões fechados por conta da pandemia da Covid-19, as equipes brasileiras não só perderam uma importante fonte de receita neste ano, mas também levam inúmeros prejuízos quando entram em campo. O Fluminense já está quase chegando a marca de R$ 800 mil em despesas nos quatro jogos realizados pelo Campeonato Brasileiro no Maracanã. O valor exato é de R$ 753.672,81.


Com uma média de gastos de R$ 188.418,20 só no Brasileirão, esse número ainda aumenta se considerarmos o jogo da Copa do Brasil, vencido por 3 a 0 contra o Figueirense, quando o Tricolor desembolsou R$ 169.181,05. Para piorar, essa conta irá aumentar, já que os próximos três confrontos do Flu serão realizados no estádio. Primeiro, o clássico com o Flamengo, na quarta-feira. Depois, o Fluminense recebe o Corinthians, no domingo, e posteriormente encara o Atlético-GO pela Copa do Brasil novamente.

Esse valor se soma a uma despesa que já era enorme antes mesmo da pandemia, quando o público ainda podia frequentar o estádio. Atualmente, somando os borderôs disponibilizados por Ferj, Conmebol e CBF, o prejuízo do Fluminense na temporada já chega a incríveis R$ 3.176.007,69.

No orçamento de 2020, a diretoria do Fluminense estimou receber R$ 27,5 milhões entre bilheteria e sócio-torcedor. Como não há expectativa sobre o retorno do público e os prejuízos vão continuar, chegar a este valor vai depender exclusivamente do aumento dos sócios, que até a tarde de segunda-feira estavam em 38.171 adimplentes.