Redbull Bragantino x Fluminense

Roger Machado, durante partida do Fluminense pela Copa do Brasil (Foto: Lucas Merçon/Fluminense FC)

LANCE!
10/06/2021
00:58
Bragança Paulista (SP)

Depois de uma boa vantagem construída no Maracanã, o Fluminense sofreu nos minutos finais da derrota por 2 a 1 para o Red Bull Bragantino, nesta quinta-feira. Mesmo assim, a equipe garantiu a classificação às oitavas de final da Copa do Brasil. Em entrevista coletiva após o confronto no Estádio Nabi Abi Chedid, o treinador rechaçou que a equipe tenha entrado pensando em se defender. O placar agregado ficou em 3 a 2 para os cariocas. 

- Nós não jogamos para nos defender, mas para que tirássemos as principais virtudes do nosso adversário, que são as bolas invertidas e pesando com muitos jogadores dentro da área. Nas oportunidades que tivemos de contra-atacar, por vezes elas foram interrompidas por erros de passes. Depois do nosso gol, houve as trocas, mas não tanto pelas características dos jogadores que entraram, mas por entrarem em um jogo com um ritmo quente, demoraram um pouco a entrar no jogo - analisou Roger.

Veja os resultados da Copa do Brasil

- E o adversário motivado, no desespero para retirar a diferença, foi para cima. O primeiro gol foi um descuido nosso na bola parada, não ficou ninguém na frente da bola para impedir a cobrança rápida, e depois era natural a pressão de final de jogo. Tomei a providência de colocar o Braz de primeiro volante, já jogou assim outras vezes, para que ele naturalizasse o passe e pudesse ajudar também de zagueiro nas bolas aéreas. Mas não penso que ter entrado com jogadores mais leves tenha sido o resultado da diminuição da pressão. Foi muito mais o ímpeto do adversário - completou.

Bastante questionado pela torcida, o meia Nene marcou o gol que acabou garantindo a classificação do Fluminense. O lance ocorreu em cobrança de falta. Veja aqui todos os gols. Roger elogiou o jogador de 39 anos e explicou a preferência por mantê-lo ao longo das partidas.

– Por vezes o que o torcedor fala é opinião, as nossas avaliações internas são técnicas e táticas, o que o jogador pode render. Ainda mais nesse modelo que passamos a atuar nos últimos jogos. Embora com seus 39 anos, o Nenê tem um limiar muito alto, em nenhum momento deixa de correr ou de fazer as funções táticas que são importantes para essa função - explicou.

- A todo momento que tira um volante da linha para dar combate, ele que compõe com o Martinelli e não permite que o adversário entre no nosso campo. Em posse de bola, ele também dá ritmo. Muitas vezes não é só acelerar, a retenção da bola também é importante. Por vezes não consigo alcançar a dimensão das manifestações dos torcedores, mas entendo que é opinião, mas a nossa avaliação é muito mais tática - afirmou.

O treinador ainda explicou porque decidiu não utilizar Paulo Henrique Ganso na partida desta noite. O camisa 10 ficou fora da última rodada do Campeonato Brasileiro por uma gripe, mas voltou ao banco de reservas. Ele negocia um empréstimo ao Santos e esperava ter mais oportunidades, especialmente com a ausência de Cazares, que irá retornar.

– São características um pouco distintas (do Nene). O Paulo toca mais na bola durante o jogo, onde está o núcleo da partida, e dita o ritmo com passes mais verticais. O que estimulo nele é a entrada na área quando não está articulando, vejo essa posição mais de meia-atacante. Não pode só trabalhar atrás da linha da bola, tem que ser opção, retornar passos atrás, avançar, se não está participando está próximo da área. O Paulo vem treinando muito bem. Tenho três jogadores para essa função, quando ele tem entrado tem contribuído. Peço paciência deles, todos gostariam de estar mais em campo. Hoje gostaria de colocar o Paulo, mas precisei de alguém de estatura na área. O bom desse grupo é que todos entendem e quando entram vão com muita dedicação para nos ajudar - finalizou.

As duas equipes voltam a se enfrentar no próximo domingo, em partida válida pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro, novamente no Estádio Nabi Abi Cheidi. O duelo será às 20h30 (de Brasília). Os duelos da próxima fase da Copa do Brasil ainda serão sorteados.