Treino - Fluminense

Fluminense volta ao Couto Pereira e encara um Coritiba à beira do rebaixamento (LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.)

Felipe Melo
20/01/2021
07:00
Curitiba (PR)

Restam apenas oito rodadas para o Fluminense definir o seu futuro na temporada. Para isso, a equipe terá uma sequência importante diante dos quatro clubes que compõem atualmente o Z4 do Brasileirão. Nesta quarta, o primeiro adversário será o Coritiba, único time que o Tricolor das Laranjeiras goleou na competição, e que não perde desde 2014. 

> Confira a tabela atualizada do Brasileirão 2020 e simule os resultados


A lembrança de um jogo histórico e do time de Guerreiros

Vale lembrar que um confronto marcou a história recente dos clubes: o duelo de 2009. Este jogo sacramentou o milagre do Fluminense que contrariou todas as estatísticas, e comandado pelo técnico Cuca, garantiu a permanência na elite do futebol brasileiro em 2010 (ano do tricampeonato). O time conseguiu uma arrancada invicta de 11 jogos nas últimas rodadas (sete vitórias e quatro empates).

Por outro lado, o Coxa necessitava da vitória, mas a equipe carioca conseguiu segurar o empate por 1 a 1, que culminou na queda do time paranaense no ano de seu centenário. Após o apito final, cenas de selvageria mancharam um jogo marcante. Alguns torcedores, revoltados com o rebaixamento, entraram em atrito com a Polícia Militar e cadeiras do estádio foram destruídas em uma verdadeira "batalha campal".

Confusão no jogo Coritiba x Fluminense em 2009
Em 2009, Flu se salvou após arrancada, a mesma que o Coxa precisa em 2020 (Felipe Gabriel)

Momentos distintos na temporada 2020

No intuito de se aproximar do G6 e dar um salto na tabela, vencer esses quatro jogos (Coritiba, Botafogo, Goiás e Bahia) é essencial para que o Fluminense tenha mais tranquilidade na reta final da atípica temporada 2020. Em primeiro lugar, Marcão precisa resgatar aquela equipe intensidade e postura mais vibrante da época em que Odair Hellmann comandava à beira do campo.

Com a mudança na comissão técnica, o Flu apresentou uma certa irregularidade e mesmo nas vitórias diante de Flamengo e Sport, não teve atuações brilhantes e convincentes. Apesar disso, o grupo sabe do perigo dos jogos contra times que lutam para permanecer na elite do futebol brasileiro. Mesmo contra um rival próximo de uma queda, não se pode esperar facilidade e deve ser encarado com uma decisão.

- Nesse momento do campeonato, esses jogos se tornam mais difíceis. O Coritiba, por exemplo, briga pela permanência. Tem que procurar vencer. Nós brigamos pela Libertadores, também precisamos vencer. A adrenalina aumenta, a competitividade também. Jogar contra o Coritiba ou São Paulo, Flamengo, equipes que brigam pelo título, a dificuldade acaba sendo igual. Não tem jogo mais fácil. Todos os jogos tem sua importância e dificuldade - disse o atacante Lucca.

Disputa - Fluminense x Coritiba
No 1º turno, o Flu goleou o Coritba por 4 a 0 (LUCAS MERÇON/FFC)

Na atual temporada, com 25 pontos e na penúltima colocação, o Coritiba busca uma arrancada semelhante a do Tricolor das Laranjeiras em 2009. Com 98% de chance de disputar a segunda divisão, os paranaenses tentam a segunda vitória seguida no campeonato, já que derrotou o Vasco, em São Januário, no último sábado.

A última vitória do Coritiba sobre o Fluminense foi em 2014, quando a equipe paranaense fez 1 a 0 com gol do camaronês Joel. no Couto Pereira. Desde então, foram sete confrontos com 3 vitórias para o Tricolor carioca, quatro empates e nenhum triunfo do time do Alto da Glória.

Para o confronto desta quarta, a única mudança no Fluminense deve acontecer na lateral-esquerda. Nos últimos treinamentos, Egídio esteve entre os titulares no lugar de Danilo Barcelos. O Coxa, por sua vez, terá os retornos do atacante Robson e do zagueiro Sabino. O meia Rafinha e Matheus Galdezani foram relacionados e serão opções no banco de reservas.

O time não terá Gustavo Morínigo à beira do campo, já que o treinador testou positivo para Covid-19. Júlio Sérgio reassume o comando técnico da equipe interinamente nesta quarta.