Menino Tricolor

Fluminense levou Raphael a Laranjeiras para dar camisa de presente (Foto: Mailson Santana/Fluminense FC)

LANCE!
17/05/2021
16:54
Rio de Janeiro (RJ)

No último sábado, o pequeno Raphael Magalhães, prestes a completar seis anos de idade, viralizou na internet após improvisar uma camisa para torcer pelo Fluminense. A imagem foi compartilhada pela mãe nas redes sociais com o garoto, que vestia a peça pintada à mão durante o empate por 1 a 1 com o Flamengo, pelo primeiro jogo da final do Campeonato Carioca. Nesta segunda-feira, porém, ele recebeu uma surpresa.

Veja a tabela da Libertadores

Raphael foi convidado pelo clube e o presidente Mário Bittencourt a visitar o Estádio de Laranjeiras, além de ter recebido a nova camisa oficial de jogo do Tricolor de presente. Além disso, o menino ganhou um ano do plano Mascote do Sócio Futebol – modalidade exclusiva para crianças até 12 anos –, com direito a foto para a carteirinha feita na hora, já com o novo uniforme.

Na visita à sede tricolor, Raphael foi acompanhado dos pais, Zih e André Luis, e do irmão Thiago, de apenas um mês, que também recebeu o uniforme do Fluminense. O padrinho, Felipe, de 23 anos, se emocionou. Ele foi o responsável por influenciar o menino a torcer pelo Flu e levou o afilhado ao Maracanã pela primeira vez, na final da Taça Rio de 2018, vencida pelo Tricolor por 3 a 0 sobre o Botafogo.

- Meu irmão nunca foi muito ligado a futebol e eu sempre fui muito fanático. Então criamos essa relação. No sábado, fui com minha esposa e minha filha assistir ao jogo na casa deles, e estávamos os três com a camisa do Fluminense. Ele não tinha e quis pintar uma camisa branca. Depois que postamos nas redes sociais, gerou uma repercussão muito grande, que a gente não esperava - contou Felipe, que também recebeu uma camisa oficial, ao site do clube.

A imagem de Raphael com a camisa improvisada foi compartilhada pela mãe, Zih, no Twitter durante a final entre Fluminense e Flamengo, no sábado. O clube prontamente entrou em contato para realizar a ação. Outros torcedores também começavam a se manifestar para dar o presente ao menino.