João Vítor Castanheira
03/04/2019
21:15
Lucas do Rio Verde (MT)

Devagar, quase parando. Assim, o Fluminense não saiu do 0 a 0 diante do Luverdense, no Passo das Emas, em jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil. Muito organizada, a equipe que disputa a terceira divisão do Brasileiro teve seus méritos pelo resultado. Mas nada chamou atenção na noite desta quarta-feira quanto a pobre atuação do meio-campo tricolor. 

O duelo de volta contra o Luverdense está marcado para o dia 9 de abril, próxima terça-feira, no Maracanã. Sem o critério do “gol fora”, o Flu se classifica com qualquer vitória. Um novo empate leva a decisão para os pênsltis. Mas antes, o time de Fernando Diniz disputa o terceiro clássico do ano contra o Flamengo neste sábado, às 19h, pela semifinal do Campeonato Carioca, também no maior palco do futebol brasileiro.

Em marcha lenta
O Fluminense começou dominando a posse de bola, como de costume nesta temporada, mas não assustou a equipe adversária. Nos primeiros 27 minutos, houve apenas duas finalizações, sendo uma para cada lado e nenhuma na direção do gol. Com o meio-campo tricolor apático, quem mais apoiou no início foi o zagueiro Nino, no melhor estilo Lúcio (defensor ex-Seleção Brasileira). 

Não engrenou
A partida deu sinal de melhoras no fim da primeira etapa, quando o ataque do Flu recuou para buscar o jogo, especialmente com Luciano. O camisa 18 achou um bom chute da entrada da área, mas a zaga do Luverdense desviou. No escanteio, Ferraz ganhou pelo alto e fez o goleiro Edson trabalhar. O LEC até encontrou espaço pelo lado esquerdo de ataque, com Lucas Braga e Recife, mas levou pouco perigo. E assim, sem deixar saudade, os primeiros 45 minutos se foram. 

Esqueceram o som?
A festa definitivamente demorou a emplacar no Mato Grosso. O segundo tempo seguiu fazendo torcedores alviverdes e tricolores bocejarem. O time da casa até fez certo barulho, mas nada que empolgasse. Logo após o intervalo, Igor finalizou da ponta-direita, mas sem angulo, jogou para fora. Pouco depois, Rodolfo evitou outra chance do Luverdense com uma saída providencial do gol. 

Flu anima festa, mas o Luver chega mais perto
As coisas pareciam melhorar para o Tricolor quando Dodi entrou e Caio Henrique voltou à lateral-esquerda. Por aquele lado, o camisa 20 tentou cruzamentos e quase marcou ao, de cara pro gol, finalizar em cima do goleiro. Mas, aos 36' do primeiro tempo, veio chance mais clara de todas: a bola sobrou limpa para o zagueiro Lucas Gama na pequena área, mas o atacante João Pedro, como um defensor, bloqueou. O time mato-grossense ainda teve o rebote cristalino, mas jogou para fora o que seria o gol da vitória. 

FICHA TÉCNICA
​LUVERDENSE 0 X 0 FLUMINENSE

Local: Passo das Emas, em Lucas do Rio Verde (MT)
Data-Hora: 03/04/2019, às 19h15 (de Brasília) - Nota LANCE!:
​​Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN) - Nota LANCE! - 5,0: Muito mal. Marcou faltas inexistentes, inverteu laterais e não deixou o jogo correr. 
Assistentes: Vinicius Melo de Lima e Flavio Gomes Barroca (RN) 
Público/renda: 2.367 pessoas / R$ 85.935
Cartão amarelo: Matheus Ferraz (FLU), Nino (FLU), Bruno Silva (FLU), Hélder (LUV), Caio Henrique (FLU) e Moisés (LUV)

LUVERDENSE: Edson; Da Silva, Hélder, Lucão e Jefferson Recife; Moisés, Lorran (Lineker 26'/2ºT) e Kauê (Júnior Lemos 13'/2ºT); Lucas Braga, Igor e Wilson Jr. Técnico: Júnior Rocha

FLUMINENSE: Rodolfo; Gilberto, Matheus Ferraz, Nino e Ezequiel (Dodi 20'/2ºT); Caio Henrique, Bruno Silva e Ganso (Daniel 40'/2ºT); Everaldo, Luciano e Yony González (João Pedro 34'/2ºT). Técnico: Fernando Diniz