Fluminense x Peñarol Igor Julião

Igor Julião foi um dos destaques do Fluminense, na vitória diante do Peñarol (Foto: Celso Pupo/Fotoarena)

Joel Silva
31/07/2019
17:34
Rio de Janeiro (RJ)

Quis o destino que na 50ª partida com a camisa do Fluminense, Igor Julião fosse determinante para que o Tricolor saísse com a vitória diante do Peñarol, por 3 a 1. O lateral-direito venceu a disputa pela posição com Gilberto, contribuiu com uma assistência e foi um dos principais destaques do jogo, que na própria avaliação, foi um dos melhores na carreira.

- Pela importância, sim. Eu fiz outros bons jogos pelo Fluminense, jogos importantes. Na minha passagem pelos Estados Unidos também tive destaque. Mas pela importância, pelo momento que estamos passando, foi um dos meus melhores jogos.

Apesar da ótima atuação, Igor Julião não se sente o dono da lateral-direita. O jogador pregou o respeito com Gilberto e foi taxativo quanto a titularidade no time. Para ele, apenas Ganso tem lugar cativo.

- Eu fico feliz em ajudar, mas como eu digo, o único titular da equipe é o Ganso, que é um gênio. Todos os outros jogadores dividem posição. Fico muito feliz de dividir essa posição com o Gilberto. Temos características diferentes. Nesse jogo o Diniz precisou de mim e tenho certeza que no decorrer da temporada, o Diniz vai precisar do Gilberto, com a característica dele. Fico feliz de poder participar de um elenco assim e da comissão técnica me dar essa confiança.

Mesmo com os pés no chão, Igor Julião sabe que vive um bom momento. Desde que a bola voltou a rolar após a Copa América, o jogador disputou três partidas, duas como titular, justamente nos confrontos diante do Peñarol, jogos em que o Fluminense venceu. O lateral-direito se mostrou feliz com a confiança depositada em seu futebol.

- Eu estava procurando e fico feliz. A comissão técnica passa uma grande confiança para gente. Esperamos que os resultados comecem a aparecer, porque a gente confia muito no trabalho e para o jogador, tudo que ele quer é uma sequência de jogos.

Torcedor em campo

Cria de Xerém, Igor Julião está no Fluminense desde os 12 anos de idade e sabe muito bem o que representa defender o Tricolor. O jogador não escondeu a emoção de estar em campo diante do Peñarol, principalmente por conta da grande festa feita pelos torcedores na arquibancada. O lateral fez questão de ressaltar a importância da torcida para que o time consiga os bons resultados.

- Eu no final do jogo, era um torcedor dentro de campo. A torcida cantava e as músicas ficavam na minha cabeça. Em um certo momento, eu estava muito cansado, mas o apoio deles me dava um fôlego a mais. Quando acabou o jogo, eu cantei com eles, queria aproveitar aquele momento. É uma energia muito boa, da torcida, com a gente, que é prata da casa. A gente espera que as vitórias possam voltar e com o torcedor ajudando, fica tudo mais fácil.