Mário Bittencourt - Fluminense

Mário Bittencourt já falou sobre o assunto em entrevista coletiva (Foto: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.)

LANCE!
14/09/2020
17:52
Rio de Janeiro (RJ)

Um grupo de torcedores do Fluminense lançou um abaixo-assinado para cobrar que a diretoria realize uma auditoria externa nas contas do clube. O texto da petição ressalta que esta foi uma promessa de campanha do presidente Mário Bittencourt e pede que "divulguem-se os resultados e sejam responsabilizadas as pessoas que eventualmente tenha agido de má fé". O documento já tem mais de 3 mil assinaturas.

O fundador do “Movimento Sou Tricolor”, Marcelo Daemon, que promove o abaixo-assinado, divulgou uma carta aberta pedindo para que os torcedores assinem o documento online. No texto, ele diz que o Fluminense "hoje é um paciente terminal, tem leve melhora, mas logo depois volta a precisar de aparelhos para respirar" e cita que "gestões desastrosas, atabalhoadas e talvez até mesmo agindo de má fé levaram o nosso clube de coração ao atual cenário de terra arrasada".

Em entrevista coletiva no dia 7 de agosto, Mário Bittencourt foi perguntado sobre o assunto e garantiu que a diretoria está trabalhando para que isso possa acontecer. Ele explicou que nenhuma grande empresa quis pegar o caso do Fluminense por uma falta de organização na documentação das gestões anteriores.

- O Fluminense sempre teve auditoria. é obrigatória. ela é feita normalmente pela mesma empresa. como ganhamos a eleição no meio de 2019 não tínhamos como trocar essa empresa. fomos buscar outra empresa. O Fluminense ficou tantos anos com problemas que nenhuma empresa "big four" se comprometeu enquanto não organizarmos a documentação do clube. Iniciamos o trabalho em janeiro de 2020, mas paralisou com a pandemia. Vamos voltar, mas vamos tentar nesse final de ano colocar na mão de uma dessas empresas os documentos para sermos auditados por uma empresa grande e independente para colocar o Fluminense em outro trilho - disse.

- O orçamento foi aprovado por unanimidade, é diferente de todos os outros. Pela primeira vez na história do clube foi dividido em quatro torres para sabermos quanto custa cada um, receitas e desenvolver as áreas separado. Precisamos dividir os centros de resultado do clube. Caminhamos administrativamente para uma maior organização. Para que uma grande empresa queira fazer uma auditoria do Fluminense. Um dos instrumentos que estamos criando é para quem vier depois continuar fazendo o que estamos construindo. Vamos tentar criar regras internas para os que vierem manterem as reformas e auditorias - completou o mandatário.

A meta definida pelo grupo é de cinco mil assinaturas. O abaixo-assinado está disponível desde o dia 11 de setembro.