Fred -  Fluminense x Vasco

Fred pode ser alternativa para Odair no Fluminense (Foto: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.)

Luiza Sá
08/09/2020
06:00
Rio de Janeiro (RJ)

A venda de Evanilson não chega a pegar o Fluminense de surpresa, mas o clube fazia um esforço para que pudesse contar com o jogador pelo menos até o término do Campeonato Brasileiro. Não vai dar. Acertado com o Porto, o clube português pediu que o jogador vá imediatamente se apresentar. Portanto, o centroavante já está fora até do clássico contra o Flamengo, nesta quarta-feira. Agora, o Tricolor começa a projetar uma vida sem um de seus principais jogadores e alguém visto como importantíssimo no esquema atual.


A derrota por 3 a 1 para o São Paulo já foi um gostinho de como o Fluminense pode se organizar sem Evanilson, mas ficou amargo pelo baixo rendimento da equipe. O técnico Odair Hellmann optou por não mudar o esquema, apenas deslocando Marcos Paulo como centroavante e colocando Wellington Silva pela esquerda. Esta pode ser uma alternativa, até para ver se o jovem da base e atual joia do clube conseguirá voltar a fazer boas partidas.

- Já íamos iniciar com esse time, tínhamos trabalhado e tomado as decisões. Infelizmente, perdemos o Fred que era uma opção, um jogador importante. Mas a ideia inicial era essa - disse Odair ao justificar a formação escolhida na partida pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro.

O quebra-cabeças é extenso e conta com variadas alternativas. Uma delas é que o ídolo Fred assuma a titularidade, o que não vinha acontecendo por conta das boas atuações de Evanilson e dos constantes motivos para que o camisa 9 seja desfalque. Neste momento, por exemplo, ele está afastado após a esposa testar positivo para Covid-19. Neste caso, o centroavante rende melhor com dois jogadores mais velozes ao lado. Não é o caso de Marcos Paulo, que teria que ser substituído por Wellington Silva ou Fernando Pacheco.

O jovem Luiz Henrique também pode acabar ganhando mais espaço nessa busca por uma formação ideal. Ele foi escolhido quando Odair poupou Evanilson contra o Athletico-PR, na Arena da Baixada.

E fora dos campos?

A saída de Evanilson também coloca o Fluminense para fazer contas e projeções no que diz respeito ao extra-campo. No orçamento votado para 2020, o clube colocou uma expectativa de receber R$ 70 milhões com vendas de jogadores. Com a pandemia e a estagnação do mercado, é difícil que o Tricolor chegue a este montante.

A venda de Gilberto rendeu cerca de R$ 9 milhões ao Flu. Com Evanilson, o cenário era mais complicado, já que o clube tem direito a apenas 30% do valor de venda. De acordo com o "tvi24", de Portugal, essa negociação foi de 8 milhões de euros (cerca de R$ 50 milhões), ou seja R$ 15 milhões para o Fluminense. Internamente, o Tricolor ainda aguarda para ver se conseguirá realizar a transferência de Marcos Paulo, podendo, assim, se aproximar do que esperava.