Fluminense x Internacional - Abel Braga

Fluminense perdeu para o Internacional pela terceira rodada do Brasileiro (Foto: Mailson Santana/Fluminense FC)

Luiza Sá
24/04/2022
07:00
Rio de Janeiro (RJ)

O roteiro é parecido em pelo menos cinco dos seis jogos desde o título do Fluminense no Campeonato Carioca. Atuação ruim, especialmente no primeiro tempo, ataque praticamente inoperante e sem criatividade, e críticas da torcida. A derrota por 1 a 0 para o Internacional no Maracanã é só mais um capítulo de um Tricolor que se entrega à irregularidade e vê na arquibancada o reflexo da própria dificuldade.

Desde que bateu o Flamengo, o Flu venceu Oriente Petrolero (BOL), Cuiabá e Vila Nova, empatou com o Santos e perdeu para Junior Barranquilla (COL) e neste sábado para o Internacional. A única partida considerada minimamente boa foi diante do time boliviano na estreia da Sul-Americana. As críticas chegam com um som: o das vaias. E também dos cantos de “time sem vergonha”. O principal alvo é o técnico Abel Braga, mas a insatisfação é quase geral.

Veja a tabela da Série A do Brasileirão

Até Calegari e Luiz Henrique, criados em Xerém, viraram alvos. Fred saiu em defesa dos jovens e pediu que a torcida apoie os jogadores da base, mas a mensagem é clara. O elenco tenta se blindar do ambiente de pressão em meio a uma maratona de jogos decisivos. Há pouco tempo para respiros. Terça-feira o Flu tem a Sul-Americana pela frente em uma situação de vencer ou vencer. A melhora é urgente, mas parece distante.

- O mais engraçado é que quase batemos o maior recorde de vitórias da história e não estava tudo bem. Agora temos o resultado e não está tudo ruim. Esse equilíbrio é importante. Por isso termos uma diretoria experiente, um treinador rodado e capaz, é bom. A única coisa que nos preocupamos e brigamos são os moleques. Peço que os torcedores de coração coloquem eles para cima quando pegarem na bola. Sabemos que os moleques de Xerém tem muita qualidade para resolver mais uma vez. Estão carregando o clube nas costas há três anos - afirmou o capitão na zona mista.

Em campo, até quem vinha bem já começa a ter uma queda de rendimento, casos de André, Jhon Arias, do próprio Calegari, entre outros. A confiança parece ter despencado em um time que viu em certo momento as atuações serem ruins, mas o resultado acontecer, e agora não tem nem boas partidas e nem vitórias.

Com o resultado, o Tricolor fica em nono lugar, com quatro pontos em três partidas. O Fluminense volta a campo na terça-feira pela Copa Sul-Americana, quando enfrenta o Unión Santa Fe, às 21h30 (de Brasília), no Maracanã. Pelo Brasileirão, o próximo compromisso é no domingo, contra o Coritiba, no Couto Pereira.

Clique aqui e ganhe R$50 para jogar no Galera.bet