Celso Barros e Mário Bittencourt

Mário Bittencourt vem cumprindo as promessas de campanha (Foto: Mailson Santana/Fluminense)

LANCE!
11/07/2019
17:48
Rio de Janeiro (RJ)

A diretoria do Fluminense vem cumprindo religiosamente as promessas que fez aos funcionários e jogadores. Após acertar na última sexta-feira o mês de abril, que consta em CLT, o Tricolor pagou, nesta quinta-feira, os salários de maio, tanto o de CLT, quanto o de direitos de imagem. Assim, conseguiu quitar em um mês, em tese, três folhas salariais. A informação foi inicialmente divulgada pelo "Globoesporte.com" e confirmada pela reportagem do LANCE!.

Para realizar o pagamento de abril, a diretoria conseguiu com o Watford (ING) um adiantamento em relação ao atacante João Pedro, vendido ao clube inglês. O Fluminense receberia um bônus de 1 milhão de euros (R$ 4,2 milhões), quando a cria de Xerém completasse dez partidas, com 45 minutos jogados. Atualmente, João Pedro só possui oito partidas nessas circunstâncias.

A boa relação entre os clubes foi determinante para sensibilizar o Watford, que teria que pagar esse valor apenas em dezembro. Questionado sobre a origem do dinheiro para o pagamento desta quinta-feira, o clube não se manifestou.

Mesmo com os acertos, o Fluminense segue em atraso. Para quitar as pendências, o clube ainda precisa pagar o mês de junho (CLT), mais os direitos de imagem de janeiro, fevereiro, março, abril e junho e o 13º de 2018.