Abad - Fluminense

Pedro Abad durante a coletiva (Foto: Marcello Neves/Lancepress!) 

Marcello Neves
16/02/2019
20:43
Rio de Janeiro (RJ) 

A questão jurídica envolvendo o lado direito do Maracanã ganhou um novo capítulo. O LANCE! teve acesso ao contrato do Fluminense com o Complexo Maracanã Entretenimento S.A., que confirma a versão da equipe tricolor sobre as cláusulas para a sua torcida ser deslocada para outro setor, únicas condições para contratualmente o torcedor do Flu não fique no setor Sul do Maracanã. 

De acordo com o documento que o LANCE! teve acesso, existem apenas três condições que permitem retirar os torcedores do Fluminense do setor sul do estádio: ordem expressa de órgãos públicos por questões de segurança, acordo com a equipe visitante e, no caso do Fluminense ser visitante, um acordo entre os clubes.  Efetivamente, porém, nenhuma destas condições foi cumprida - a empresa que administra o estádio alega que, caso o Tricolor fosse visitante, não seria obrigado alocar os tricolores no setor Sul.

É correto que o Fluminense será visitante na final da Taça Guanabara, mas não houve acordo com o Vasco ou com a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro - o que daria a legalidade contratual para o Tricolor deixar o setor sul do Maracanã. Este foi o argumento usado pelo Complexo Maracanã na petição da empresa que administra o estádio à Justiça, após a liminar concedida na última sexta-feira obrigando o Maracanã a cumprir o contrato deixando o Flu no setor sul do estádio, sob pena de multa de R$ 50 mil por hora de ingresso vendido sem cumprimento da ordem.

"'13. O Contrato dispõe de forma clara que a torcida do FLUMINENSE poderá sim ser alocada em outros setores, “(iii) nos casos em que o FLUMINENSE for visitante”, caso este em que a Concessionária poderá “mediar acordo entre o FLUMINENSE e o clube mandante [Vasco da Gama, no caso]”, foi o termo destacado. 

Por estarmos em fim de semana, o juiz do caso - que corre desde 2017 - irá se manifestar novamente sobre a liminar concedida na segunda-feira. Única chance de nova manifestação do judiciário antes do jogo seria se alguma das partes invocasse o plantão do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, o que até agora não aconteceu.

Após as polêmicas, ficou definido que a torcida do Vasco ocupará o setor sul e a do Fluminense ficará no setor norte. Faltam menos de 24h para a final da Taça Guanabara, neste domingo, às 17h.

Confira a nota enviada pelo Maracanã em contato com o LANCE!: 

"O Maracanã esclarece que de maneira nenhuma descumpriu o contrato com o Fluminense Football Club. O documento firmado entre as partes dispõe de forma clara, no anexo 5, que a torcida do clube poderá sim ser alocada em outros setores do Maracanã, nos casos especificamente em que o Fluminense for visitante”, como é o caso da final da Taça Guanabara.

Trecho da petição enviada à 37a Vara Cível da Justiça do Rio de Janeiro.

O Contrato dispõe de forma clara que a torcida do
FLUMINENSE poderá sim ser alocada em outros setores, “(iii) nos casos
em que o FLUMINENSE for visitante”, caso este em que a Concessionária
poderá “mediar acordo entre o FLUMINENSE e o clube mandante [Vasco da
Gama, no caso]”.