Fluminense

Ricardo viralizou nas redes sociais após aparecer no aeroporto (Foto: Reprodução/FluTV/Gabriel Peres)

Marcello Neves
05/02/2019
08:00
Rio de Janeiro (RJ) 

Maior contratação do Fluminense para a temporada 2019, Paulo Henrique Ganso foi recebido por centenas de torcedores no aeroporto Santos Dumont, no último domingo. Entretanto, foi a foto de uma criança que viralizou nas redes sociais. Um menino com olhar admirado e esperançoso ao ver um futuro candidato a ídolo tão próximo - separado apenas pelo espelho do aeroporto. Este garoto se chama Ricardo Mandelblatt, de oito anos, que o LANCE! foi atrás para contar a sua história. 

Ricardo tem oito anos, mora no Jardim Botânico, Zona Sul do Rio de Janeiro, e estuda em Botafogo. A ligação com o clube alvinegro, porém, só está no nome do bairro. É tricolor desde pequeno e segue um caminho familiar: os avós paternos (pai e mãe) a avó materna eram tricolores aguerridos. Ricardo seguiu tradição dos avós, tios, pai e primos.

No desembarque no Santos Dumont, o garoto estava lá porque pediu para estar. Quando soube da notícia de que o Ganso iria chegar no aeroporto e que iria ter uma recepção da torcida, naturalmente quis participar da festa. Pediu aos pais para levá-lo e assim foi feito. A foto que viralizou mostra o olhar vidrado do garoto, mas o camisa 10 viu a presença de Ricardo e fez questão de voltar para cumprimentá-lo. 

A relação de Ricardo com o Fluminense também entra nas quatro linhas. Torcedor fanático, participou da 'Flu Camp' e viveu uma série de experiências - visita ao CT de Xerém e da Barra - com aspecto cultural envolvido. Além disso, disputou um mini-campeonato com direito a entrega de faixa, festa e um diploma assinado pelo atacante Pedro. Pai de Ricardo, Leonardo falou ao L! sobre o fanatismo do menino. 

- Eu avalio que este é um dos grandes baratos do futebol na cultura brasileira. Este laço entre pai e filho. Quando eu fomento a paixão tricolor no Ricardo não é uma questão meramente de time, é uma questão de identidade. Identidade comigo, com o tio, avô, primos etc. Não há nada como receber um abraço do seu filho no Maraca, e poder fazer isso em três gerações, quando assistimos juntos meu pai, meu irmão e meus sobrinhos - declarou Leonardo. 

Fluminense
Ricardo com o atacante Pedro (Foto: Arquivo Pessoal)

Outra história curiosa envolvendo Ricardo e o Fluminense aconteceu em novembro de 2016. A família do garoto estava em um casamento em São Paulo, quando o Fluminense ia jogar com a Ponte Preta, em Campinas. O casamento foi no sábado e seu pai aproveitou para levá-lo ao jogo no domingo. Ricardo acabou entrando em campo com os jogadores. 

Ricardo entrou em campo também na estreia do Fluminense na Taça Guanabara de 2019. Ele entrou junto com outras crianças que participaram da 'Flu Camp' na partida contra o Volta Redonda, no Maracanã. Passando a euforia da chegada de Ganso, quem sabe um novo encontro entre eles não fica marcado para o futuro?