Uribe

Uribe durante atividade no Ninho: colombiano ganhou confiança com Dorival (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

LANCE!
18/10/2018
06:00
Rio de Janeiro (RJ)

Os dois gols no Fla-Flu do último sábado, no Maracanã, foram muito celebrados pelo atacante Fernando Uribe, que já estava há mais de dois meses sem marcar pelo Flamengo. Porém, o colombiano, que ganhou status de titular com Dorival Júnior, não se vê como o dono da posição nesta reta final de ano. Uribe elogiou  Henrique Dourado e Lincoln, dois nomes a serviço do treinador para a função.

- Não acho que a posição seja minha. Foi uma decisão que o professor tomou na sua chegada e estou seguro que Henrique e Lincoln estão prontos para fazer o melhor. A mentalidade mudou, mas não só de um jogador, foi geral. Toda a equipe ajudou e conseguimos os últimos resultados - afirmou Uribe.

Uribe chegou em junho à Gávea, já como peça de reposição à saída de Paolo Guerrero, que foi confirmada semanas depois. A expectativa gerada sobre o atacante, no entanto, não foi correspondida de imediato. Com Maurício Barbieri, o colombiano atuou em 13 jogos (nove como titular) e fez um gol.

O antecessor de Dorival Júnior promoveu um rodízio no ataque, não dando sequência entre os titulares a nenhum dos atacantes. A estratégia mostrou-se ineficiente, mas, mais do que isso, pode ter minado a confiança de Uribe em determinado momento, O camisa 20, por opção de Maurício Barbieri, sequer foi relacionado para o duelo decisivo contra o Cruzeiro pela Libertadores, no Mineirão, quando o Flamengo precisava de gols para conseguir a classificação.

Depois, Uribe deixou de ser relacionado para as partidas contra Atlético-MG, pelo Brasileirão, Corinthians, pela semifinal da Copa do Brasil e Bahia, pelo Brasileirão. A decisão partiu da comissão técnica visando aprimorar a parte física do centroavante colombiano, que não estava rendendo o esperado nos jogos. O camisa 20 ficou fora de duas das partidas mais decisivas do time no segundo semestre - e resultaram nas quedas na Copa do Brasil e Libertadores.

COLOMBIANO COMENTA EVOLUÇÃO DE PARCEIRO DE ATAQUE

Não foi só Uribe que cresceu de rendimento após a chegada de Dorival Júnior. Maior investimento da história do clube da Gávea, Vitinho também parou no banco de reservas, sendo preterido por Barbieri, em alguns jogos, por Marlos Moreno ou Matheus Savio, por exemplo. A exemplo do colombiano, o jovem recuperou a confiança e foi um dos destaques na vitória sobre o Fluminense.

Uribe vê a evolução de Vitinho como natural, destacando a qualidade do camisa 14. Além disso, o centroavante destacou o bom ambiente do elenco.

- Vitinho tem toda a qualidade para jogar em equipes grandes. Simplesmente creio que a confiança que o grupo está sentindo o ajudou. Ele conseguiu dar o seu melhor em campo e ajudamos uns aos outros - analisou o colombiano.

Apesar de não ter marcado gols - só fez um, na derrota para o Internacional no Beira-Rio, desde que chegou á Gávea -, Vitinho teve participação decisiva nas vitórias osbre o Corinthians e Fluminense, levando a equipe ao ataque pelo lado esquerdo e dando duas assistências, uma para Paquetá, uma para Uribe.