Flamengo x Bahia Gabigol

Gabigol e Reinier (ao fundo) foram os que mais se valorizaram em 2019 (Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)

Lazlo Dalfovo
27/12/2019
08:08
Rio de Janeiro (RJ)

O Flamengo encerrou a temporada 2019 com três títulos e com a torcida orgulhosa pelo futebol apresentado no Mundial de Clubes, conquistado pelo Liverpool, em Doha (QAT). Os feitos da equipe de Jorge Jesus cada vez mais rompem fronteiras e ligam os radares do mercado. E não é para menos que os principais jogadores deram um enorme salto quanto aos seus valores. 

De acordo com o site especializado em finanças "Transfermarkt", três jogadores do clube estão entre os dez que mais se valorizaram no futebol brasileiro desde janeiro deste ano (veja o top-10 aqui): Arrascaeta (9º), Gabriel Barbosa (7º) e Reinier (2º). Gabigol é quem mais saltou: 187,5 %, passando de 15 milhões de euros (R$ 67,5 milhões) para 23 milhões de euros (R$ 103,5 milhões).

Do trio, Gabigol é o único que não pertence ao Flamengo. Está emprestado pela Inter de Milão até o fim de mês e, por enquanto, aguarda as últimas conversas com o estafe e dirigentes para definir o seu futuro. De acordo com a apuração do LANCE!, a proposta rubro-negra, já na mesa do atleta, está abaixo do apontado no site: 16 milhões de euros (R$ 72 milhões)

Arrascaeta, para o mercado, pulou de 10 milhões de euros (R$ 45 milhões) para 19 milhões de euros (R$ 85,5 milhões). Cabe lembrar que, para tê-lo, o clube carioca investiu um valor próximo ao que ele vale hoje: R$ 80,4 milhões por 75% dos direitos econômicos do uruguaio, com contrato até o fim de 2023.

Com Arrascaeta, o Flamengo está blindado. Já quanto a Reinier, monitorado por gigantes do futebol europeu, como o Real Madrid (de acordo com informação do SporTV), a dificuldade em segurá-lo em 2020 será considerável. A joia de 17 anos é, atualmente, o principal ativo do Rubro-Negro. 

O MAIS VALORIZADO DO FLA

Reinier só está atrás de Everton Cebolinha, do Grêmio e Seleção Brasileira, valendo 10 milhões a menos. Mais especificamente, o meia criado no Ninho está avaliado em 25 milhões de euros (R$ 112,5 milhões). O LANCE! apurou que, internamente, o clube trata a saída do jovem no próximo ano como "inevitável". E há um dificultador: na renovação de contrato recente, agora até 2024, a sua multa rescisória caiu pela metade: de 70 para 35 milhões de euros.