Vitinho - Flamengo

O atacante Vitinho foi apresentado pelo Fla nesta segunda-feira (Foto: Divulgação / Twitter)

LANCE!
30/07/2018
13:55
Rio de Janeiro (RJ)

Reforço do Flamengo para o restante da temporada, o atacante Vitinho foi apresentado na manhã desta segunda-feira. O jogador, que esteve no Maracanã no último domingo e acompanhou a vitória rubro-negra sobre o Sport, já está regularizado junto à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) à disposição do técnico Maurício Barbieri.

Vitinho, que vai vestir a camisa 14, participou das atividades desta manhã, ao lado de parte do elenco do Flamengo.

- É um Sonho de moleque. Sempre dizia que um dia eu ia jogar no Flamengo. Hoje, estou muito feliz de estar podendo realizar esse sonho. Já estou louco para poder jogar, extravasar isso e dar alegrias ao Flamengo - disse.


Apesar de estar vestindo a camisa rubro-negra, Vitinho lembrou a experiência no CKSA, da Rússia, e garantiu que ainda tem etapas na carreira que quer cumprir, como vestir a camisa da Seleção Brasileira:

- Liga dos Campeões foi experiência muito boa. Poder sentir na pele o alto nível do futebol europeu. Experiência de jogo, com jogadores de grandes seleções, isso dá bagagem. Amadureci. Com o tempo, todo mundo vai aprimorando seu jogo. Hoje estou mais maduro de que quando saí daqui (do Brasil). Essa experiência ajuda, me fez crescer bastante. Tenho meus sonhos ainda e Seleção é um deles. Quero realizar.

Veja outros tópicos da coletiva:

Primeiro treino


"Ele me orientou em campo para as situações que o Flamengo vem jogando, quando se defende e ataca. Me elogiou. Fico feliz de, nesse primeiro contato, pode desenvolver bem. Tem uma experiência de jogo. Muitos que estão lá, jogaram contra mim já. O fato de conhecer e ter jogado lá, na hora do jogo faz uma diferença pela experiência. Acho que conta"

Você disse que vinha ver o Vinicius Jr. O que vocês conversaram sobre o time? Ele te passou alguma coisa?

"Em questão de jogo, não conversamos sobre (com Vinicius Júnior), mas vim vendo como o Flamengo atua, as características do Vinicius também. Procurei fazer o dever de casa, estudar isso para desenvolver bem. Flamengo tem elenco bom, vim para disputar uma vaga. Marlos e Savio fizeram grandes partidas. Conheço o Rever do Inter, o Juan... Futebol a gente vai conhecendo. Alguns meninos eu conhecia, mas não tinha contato. Acho que vamos nos adaptar bem"

Você veio de comunidade (Complexo do Alemão). Como você enxerga a sua influência sobre as crianças de comunidades?

Assim como todas as crianças, eu tive um sonho. Fato de eu acreditar nisso, minha família também e correu comigo. Isso foi fundamental. Tive esse suporte. Sou grato a todo mundo. É legal ter vindo de comunidade porque as crianças podem ter certeza de que se lutarem pelos sonhos, vão conseguir. E a família é fundamental nisso. Tem de ter alguém para dar um empurrão e isso foi o mais importante para mim: minha família comigo e acreditando em mim

Como foi ter participado da conversa com o CSKA?

Na verdade, nos primeiros momentos, não participei. Isso foi mais com o meu representante. Fiquei feliz ao saber do interesse. Depois, as coisas vão correndo. Eu tinha feito uma boa temporada, sabia que o clube não ia aceitar muito fácil minha saída. No final, me posicionei e apontei a importância para mim de vir para o Flamengo, um sonho meu. Eles entenderam. Acho que ficaram meio tristes, mas entenderam meu sentimento, a importância que isso tinha na minha carreira

Como foi ter vindo ao Maracanã no jogo contra o Sport?

Foi incrível (Maracanã contra o Sport). Estava muto emocionado. Não consegui nem chorar porque já tinha chorado tudo. Na verdade, nem tenho palavrar para explicar. Agradecer a todos e à torcida. Quero muito dar esse retorno a ele

Como torcedor, qual momento mais marcante?

Momento mais marcante foi quando o Pet fez aquele gol de falta contra o Vasco. Estava vendo o jogo em casa. Aquele dia foi inesquecível. Minha família fez uma festa. Aquilo me fez querer mais jogar no Flamengo.

Você veio agora da Rússia, que tem fuso, o tempo de descanso... Isso pode influenciar para o jogo quarta?

Difícil, seria mais a dificuldade do jogo. Com relação ao fuso, a gente se adapta. Estou louco para jogar e não consigo nem pensar em algo que possa atrapalhar isso

O que chamou a atenção no time do Flamengo nos jogos que assistiu?

Vim assistir aos jogos... A força defensiva e ofensiva que o Flamengo tem. A consistência. Valor técnico é muito grande, jogadores de qualidade. Vinicius ocupava um espaço pela beirada, onde é minha posição preferida. Mais meu estilo de jogo, de ir para cima, servir meus companheiros. Flamengo tem muita qualidade. Defesa sólida, ataque que faz gols. Acho que vou poder somar para o Flamengo ir mais além

Ficou com medo de lesão na despedida do CSKA?

Não. Tenho muitos amigos lá e o clube me deu a oportunidade. Queria dar a vida ali com meus companheiros. Queria jogar bem e ajudar. Acho que deixei essa impressão a todos

Por que número 14?

Foi passado os números que tinham para a Libertadores e escolhi esse porque fica próximo com o número que gosto de atuar, que é o 11. Mas isso não tem problema. Quero entrar em campo independentemente do número da camisa