Bandeira de Mello faz campanha para Lomba

Paulo Victor Reis

Paulo Victor Reis
08/12/2018
11:00
Rio de Janeiro (RJ)

De saída do cargo de presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello fez um balanço positivo de sua gestão. O mandatário faz campanha para Ricardo Lomba, vice de futebol, na eleição presidencial realizada neste sábado, na Gávea. O ainda presidente diz confiar que o clube vai conquistar grandes resultados em breve.

- Não estou lamentando (a saída), saio com a sensação de dever cumprido, com a sensação de quem tentou fazer o melhor. Se eu não consegui fazer mais, não foi por falta de raça, amor e paixão. Está todo mundo vendo o trabalho que foi feito. É evidente que o futebol está evoluindo, não conseguimos um caneco, mas fizemos uma boa campanha. É questão de tempo para termos resultados - analisou o mandatário, que admitiu insatisfação pela falta de títulos de expressão.

- Acho que temos que estar sempre insatisfeitos. Hoje em dia estamos insatisfeitos por ficarmos em segundo lugar (no Brasileiro). Se tivéssemos vencido o Brasileiro, deveríamos estar mirando Mundial e Libertadores. Faz parte do nosso DNA - comentou. 

Na manhã deste sábado, Bandeira foi xingado por um sócio do Flamengo durante a votação. 

- Acabou o cheirinho, filho da p... - disparou o rubro-negro, em direção ao mandatário.

Alguns seguranças do clube se aproximaram para evitar uma confusão ainda maior, porém não houve desdobramentos. Aparentemente, Bandeira não se incomodou com o xingamento e cumprimentou um outro sócio do Flamengo.

Bandeira apoia o candidato Ricardo Lomba, que disputa a eleição com Rodolfo Landim, Marcelo Vargas e José Carlos Peruano.

O novo presidente do Flamengo deve ser conhecido por volta das 22h30. Mais de oito mil sócios estão aptos a votar. Visivelmente, os apoiadores de Landim são maioria na sede da Gávea.