João Borges e Matheus Dantas
06/10/2021
08:00
Rio de Janeiro (RJ)

Nesta quarta-feira, contra o Red Bull Bragantino, o Flamengo inicia uma série de jogos que não poderá contar com três de seus principais nomes do ataque: Arrascaeta, Everton Ribeiro e Gabigol estão convocados. A ausência do trio abrirá espaço para Vitinho, que, em entrevista ao LANCE!, fez um balanço de sua passagem pelo clube e a nova função que vem exercendo com técnico Renato Gaúcho. E mais: exaltou o desejo do time em conquistar mais, inclusive o tri do Brasileiro.

- A concentração do grupo é muito boa. Isso não vai ser um problema (dividir as atenções com as finais da Libertadores e Copa do Brasil). O Brasileirão é muito difícil, mas temos totais condições de chegar para brigar. É continuar fazendo a nossa parte jogo a jogo. Ainda tem muita coisa para acontecer. Temos muito desejo de conquistar o tricampeonato - comentou o camisa 11 do Flamengo.

Vitinho - Flamengo x Olimpia
Vitinha vive boa fase com Renato (Foto: CESAR OLMEDO/POOL/AFP)

A missão de suprir a ausência de Arrascaeta não será uma novidade para Vitinho sob o comando de Renato. O técnico vem o utilizando nesta função quando não conta com o uruguaio. Nas 21 partidas à frente do Flamengo, o técnico escalou o camisa 11 quatro vezes como titular, todas em momentos que o camisa 14 não esteve à disposição. A função agrada a Vitinho, que, na faixa central e de frente para a área adversária, potencializa as suas qualidades.

- Me sinto muito à vontade. Fico perto do gol, o que me proporciona finalizar e dar assistências aos meus companheiros. Tenho colhido resultados positivos nessa temporada. A cada jogo tenho me adaptado melhor à função - avaliou.

+ Veja a tabela do Brasileirão e simule os resultados dos jogos

São 12 gols (quarto do time) e 12 assistências (segundo do time) de Vitinho, o que confirmam 2021 como a temporada mais decisiva do meia-atacante pelo Flamengo. A passagem pelo clube de infância teve altos e baixos, algo natural, mas o jogador precisou aprender a lidar com as críticas, afastou-se das redes sociais e abriu mão das férias no início do ano. Agora, está colhendo os frutos.

Confira outras respostas do atacante Vitinho, do Flamengo, ao LANCE!:

Os resultados desde a chegada de Renato Gaúcho são muito expressivos, em especial na Libertadores. O que o treinador acrescentou ao dia a dia do clube?

O Renato trouxe sua experiência, mudou o ambiente e nos deu a liberdade de exercer a função que nos sentimos melhor dentro do sistema que jogamos, ajustou a marcação para a maneira que ele gosta. Essas ideias trouxeram resultados positivos.

Essa é a sua terceira temporada completa pelo Flamengo, e já soma o melhor número de gols, assistências e partidas. Vê isso como uma evolução natural?

Na verdade, acredito que poderia ter conquistado esses números desde a minha primeira temporada. Não aconteceu, mas continuei trabalhando forte para que os números pudessem melhorar. Meu objetivo é sempre melhorar. Estou feliz, mas quero mais. É esse nível que quero manter daqui pra frente.

Houve altos e baixos nesse trajeto. Recentemente você falou como ter se afastado das redes sociais foi importante. Como esse processo se deu início? 

Sim, mas isso foi uma coisa pequena. Foi importante para me afastar das coisas negativas que diziam a meu respeito. Isso aconteceu quando pararam de avaliar e analisar o meu trabalho, o meu desempenho, e sim o valor da minha transferência. Críticas fazem parte, mas quando partem para o lado pessoal não é saudável.

Outro fator importante deve ter sido a preparação feita no início da temporada, quando abriu mão de parte das férias e antecipou a volta ao clube, certo?

Sim. Iniciei antes com o propósito de me condicionar fisicamente e acabei sendo solicitado a jogar. Isso me trouxe muitos benefícios. E eu fico feliz de ter aproveitado o momento.

Você e Arrascaeta estão disputando o posto de garçom do Flamengo em 2021. Rola uma disputa interna entre vocês? É algo que serve como motivação?

Não rola essa disputa entre nós, mas eu fico muito feliz de conquistar números expressivos junto ao Arrasca. Mostra que a nova função deu certo. Mas ainda tem muita coisa pra acontecer e esses números podem aumentar ainda mais. Espero que a gente consiga realizar muito mais ainda pelo Flamengo.