Bruno Henrique - Athletico x Flamengo

Bruno Henrique garantiu vitórias do Flamengo sobre o Athletico na Arena da Baixada (Foto: Marcelo Cortes/CRF)

LANCE!
22/04/2022
08:00
Rio de Janeiro (RJ)

Enfrentar o Athletico na Arena da Baixada é, historicamente, uma missão difícil para o Flamengo. O retrospecto (veja abaixo) confirma a tese, mas, em 2019 e 2020, os cariocas venceram o rival duas vezes seguidas, pelo Brasileirão e pela Copa do Brasil, respectivamente, muito por conta de Bruno Henrique, autor dos três gols nas vitórias por 2 a 0 e 1 a 0. Neste sábado, a equipe de Paulo Sousa visita o Furacão e não contará com o camisa 27, entre outros desfalques.

As imagens da festa da torcida do Flamengo em recorde de público no Maraca

Veja a classificação completa e as próximas rodadas da Série A do Brasileirão!

Ainda em recuperação de uma tendinopatia no joelho direito, Bruno Henrique não viajará com a delegação rubro-negra para Curitiba. Além do camisa 27, os zagueiros Gustavo Henrique, Fabrício Bruno e Rodrigo Caio, os laterais Ayrton Lucas e Matheuzinho, o meia Matheus França e o atacante Vitinho são baixas.

Nesta manhã, às 10h, Paulo Sousa comanda a última atividade, no Ninho do Urubu, antes do elenco do Fla embarcar, às 16h, para a capital paranaense.

Na ausência de Bruno Henrique, Lázaro é quem tem jogado - e se destacado - atuando como ala esquerdo. O garoto do Ninho divide a liderança em assistências de 2022 com ninguém menos do que Arrascaeta, ambos com seis.

O ATHLETICO COMO 'PEDRA NO SAPATO'

Antes das vitórias em 2019 e 2020 comandadas por BH27, o Flamengo não vencia na Arena da Baixada desde agosto de 2011, pela Copa Sul-Americana - ou há nove partidas. Foram quatro derrotas e cinco empates neste intervalo.

Em partidas oficiais - os clubes já se enfrentaram na Copa do Brasil, Brasileirão, Libertadores e Copa Sul-Americana -, o histórico indica 14 vitórias do Athletico, três triunfos do Flamengo e oito empates entre os times na Arena da Baixada.

Além deste histórico, o Athletico tornou-se uma "pedra no sapato" do Flamengo nas últimas temporadas. Em 2019, eliminou o time de Jorge Jesus na Copa do Brasil. Na edição de 2020, o Rubro-Negro do Rio deu o troco, avançando com duas vitórias. Já em 2021, o Furacão voltou a superar o clube carioca, então comandado por Renato Gaúcho, de forma categórica na semifinal do torneio: vitória por 3 a 0 no Maracanã, após um empate sem gols na Arena da Baixada.

Clique aqui e ganhe R$50 para jogar no Galera.bet