LANCE!
14/07/2018
14:30
Rio de Janeiro (RJ)

O Flamengo não está encontrando facilidades nas atuais investidas no mercado europeu. Com os negócios envolvendo Babel e Giuliano estacionados, o clube segue na busca por Vitinho, desejo antigo da diretoria e torcedor declarado do Rubro-Negro. No momento, o CSKA, clube do atacante ex-Botafogo, pede 10 milhões de euros (cerca de R$ 45 milhões), mas o Fla tenta negociar o valor.

A informação inicial foi veiculada pelas emissoras "Rádio Globo" e "Fox Sports". O Flamengo tenta reduzir a quantia pedida pelos russos, que estão inflexíveis quanto a uma diminuição do valor. Os cariocas, cabe destacar, sinalizaram uma investida de 7 milhões de euros (aproximadamente R$ 30 milhões) parcelados.

Atualmente, Vitinho tem vínculo com o CSKA até junho de 2020. Está no clube russo desde a temporada 2013/14, sendo que ficou emprestado ao Internacional durante dois anos, 2015 e 2016, onde obteve sucesso e reencontrou o bom futebol dos tempos de Botafogo. 

De volta à Rússia na temporada 2016/17, Vitinho, enfim, desencantou no futebol local e, no último ano, chegou a marcar 11 gols em 46 jogos. Entretanto, constantemente Vitinho manifesta o desejo de vestir a camisa rubro-negra e, muito por isso, o Flamengo segue alimentando o desejo de contar com o atacante de 24 anos, que costuma atuar pelos lados e poderia suprir o elenco com a saída de Vinícius Júnior para o Real Madrid. 

Bom dia 😃

Uma publicação compartilhada por Victor Vinicius (@vittinho) em

BOLSO CHEIO E POLÍTICA PÉS NO CHÃO

Mais recentemente, as vendas de Felipe Vizeu, negociado com a Udinese (ITA), e Vinícius Júnior aumentaram a sensação no mercado de que o Flamengo é um clube com dinheiro para gastar em reforços. As duas transferências renderão mais de R$ 180 milhões aos cofres do Rubro-Negro, mas o clube ainda não recebeu toda a quantia referente a tais transações.

Foi assim nas tratativas pela vinda do atacante Vagner Love, por exemplo. O Flamengo demonstrou interesse e fez uma proposta ao atacante de 34 anos - que já passou pela Gávea, mas a conversa com o Besiktas (TUR), mesmo clube de Babel, não avançou.

De qualquer forma, a diretoria do Flamengo segue a política de "pés no chão" e, como de praxe, não comenta qualquer possível negociação em curso. O único reforço anunciado para o segundo semestre foi o do atacante Fernando Uribe, colombiano de 30 anos e que estava sem contrato. Saíram Vinícius Júnior, Felipe Vizeu, Ederson e Jonas.