Peñarol x Flamengo

Flamengo está classificado para as oitavas da Libertadores (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

Fernanda Teixeira
08/05/2019
23:34
Montevidéu (URU)

Xô, zebra! O Flamengo está na fase de grupos da Libertadores. Com drama até o último minuto, o Rubro-Negro garantiu a classificação para as oitavas do torneio continental em primeiro lugar no grupo D ao empatar em 0 a 0 com o Peñarol, na noite desta quarta-feira, no Estádio Campeón del Siglo, em Montevidéu, pela rodada final da etapa classificatória.

Com a vitória da LDU por 4 a 0 sobre o San José, em Quito, os equatorianos, o Fla e o Peñarol terminaram com dez pontos. A classificação foi definida no saldo, com a LDU avançando em segundo, com dois gols a mais que o time aurinegro.

Não se intimidou
O estádio Campeón del Siglo lotado e a torcida uruguaia que cantava sem parar criaram um ambiente intimidador para o Flamengo em Montevidéu. O Rubro-Negro, entretanto, não se fez de rogado e conseguiu controlar bem a partida, sem levar sufoco do Peñarol, além de criar as melhores oportunidades. Logo no primeiro minuto, Gabigol perdeu um gol incrível, cara a cara com Dawson, após passe açucarado de Arrascaeta.

Faltou pontaria
Precisando apenas de um empate para garantir a classificação, o Fla dominou o jogo, com mais posse de bola e criando várias oportunidades de abrir o placar. Gabigol, duas vezes, Bruno Henrique e Willian Arão desperdiçaram. Everton Ribeiro, muito bem na partida, articulava as melhores jogadas ofensivas. Do lado uruguaio, o destaque de um time pouco criativo, que abusava das bolas aéreas, foi o jovem Brian Rodríguez, de apenas 18 anos, que chegou com perigo duas vezes nos 45 minutos iniciais.

Drama
O time de Abel Braga manteve a intensidade no início da segunda etapa e foi com tudo para cima do Peñarol e teve uma chance atrás da outra com Gabigol, Bruno Henrique e Arrascaeta. O cenário, no entanto, começou a se inverter aos 18 minutos, quando Pará foi expulso por falta em Rodríguez. Quase simultaneamente, em Quito, a LDU abria 2 a 0 sobre o San José, resultado que eliminava o Peñarol e deixava o Fla à beira do precipício, em caso de derrota. 

Pressão Uruguaia
Precisando desesperadamente da vitória e com um homem a mais, o Peñarol passou a pressionar com o apoio da torcida, que transformou o estádio em um verdadeiro caldeirão. O Rubro-Negro se fechou e resistiu bravamente por 32 minutos. Em um contra ataque nos acréscimos, Vitinho, que acabara de entrar, teve a chance de definir a partida, mas chutou em cima de Dawson. Por sorte, o gol perdido não fez falta para a classificação rubro-negra.

FICHA TÉCNICA
PEÑAROL (URU) 0 X 0 FLAMENGO


Data/Hora: 08/05/2019, às 19h (de Brasília)
Local: Estádio Campeón del Siglo, em Montevidéu, Uruguai
Gramado: Bom
Público/Renda: não divulgado
Árbitro: Roberto Tobar (CHI) Nota L! - 6,5 - controlou bem a partida e acertou nas expulsões
Assistentes: José Retamal (CHI) e Claudio Rios (CHI)
Cartões amarelos: Giovanni González (PEN); Pará (FLA)
Cartões vermelhos: Trindade, 50'/2ºT e Giovanni González, 50’/2ºT(PEN) e Pará, 18’/2ºT (FLA)

PEÑAROL: Dawson; Giovanni González, Formiliano (Trindade, 31’/2ºT), Lema e Lucas Hernández; Guzmán Pereira, Gargano (Canobbio, 27’/2ºT) e Cristian Rodríguez; Darwin Núñez (Gabriel Fernández, intervalo), Viatri e Brian Rodríguez. Técnico: Diego López.

FLAMENGO: César; Pará, Léo Duarte, Rodrigo Caio e Renê; Cuéllar, Willian Arão, Everton Ribeiro e Arrascaeta (Vitinho, 29’/2ºT); Gabriel (Diego, 35’/2ºT) e Bruno Henrique (Rodinei, 23’/2ºT). Técnico: Abel Braga.