Andreas Pereira - Flamengo

Andreas Pereira em ação no jogo contra o Juventude (Foto: Marcelo Cortes / Flamengo)

Matheus Dantas
15/10/2021
06:00
Rio de Janeiro (RJ)

Um dos maiores ídolos do Flamengo e referência em técnica apurada, Júnior atestou a pintura feita por Andreas Pereira diante do Juventude, na vitória por 3 a 1, no Maracanã e em duelo pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro, na última quarta-feira. O Maestro conversou com o LANCE! e comentou sobre o golaço de falta que findou um jejum de 1.221 dias sem um gol de falta do Fla.

- Realmente, ele fez um golaço. Uma batida seca, forte e precisa. E também tem a batida de mais perto, que acabou acertando a trave. É um grande batedor - falou Júnior, atualmente comentarista da Rede Globo, emendando:

- Acho que tirou um peso, que acaba caindo nas costas do time como um todo, por passar tanto tempo sem um gol de falta. Ainda mais com os antecedentes do Flamengo, com Zico, principalmente, que resolveu muitos jogos nessa situação. Isso incomodava a torcida, e os jogadores de muita qualidade sabiam disso, por isso a comemoração efusiva.

+ Compra de Andreas Pereira pode virar recorde: veja os 15 maiores investimentos da história do Flamengo

Para quem não se recorda, Júnior brilhou nas finais do Brasileiro de 1992, diante do Botafogo, e marcou um golaço de falta no segundo jogo, abrindo o placar de uma partida que consagrou o pentacampeonato nacional para o clube. E não à toa se eternizou na música "Lembrar Você: Sou Campeão Mundial!" no seguinte trecho: "92 a falta foi do Júnior" (ouça aqui). 

Junior - Flamengo
Júnior na comemoração do golaço de falta em 92 (Foto: Reprodução)

DAVID LUIZ É OUTRA ARMA PROMISSORA

Por falar em Zico, exímio cobrador dos tempos gloriosos da geração campeã mundial há 40 anos,  Júnior respondeu sobre a melhor maneira de decidir quem irá para a bola em faltas promissoras, lembrando ainda que o Flamengo, agora, tem em David Luiz um outro postulante de peso nas bolas paradas.

- Isso é na hora que decide. Se estiverem todos em condições, quem tiver com confiança, isso é conversado ali e resolvido. Já passei por situações assim durante a minha carreira. Na conversa se resolve. O mais importante é ter encontrado esse caminho do gol, para justamente criar essa alternativa e ter confiança para bater. Há batedores de qualidade.

- O Flamengo tem dois batedores de muita qualidade de média e longa distância. O David Luiz, que ainda não teve muitas oportunidades mas sabemos da qualidade, e o Andreas, que tem uma batida muito especial. São batedores que já vimos em outras situações - completou.

Andreas Pereira - Flamengo
Em 11 jogos, Andreas Pereira soma três gols e uma assistência pelo Flamengo (Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)

Por fim, Júnior citou Diego e Arrascaeta como "bons batedores" e ressaltou que a batida do Andreas, algo que já havia sido sublinhado por Renato Gaúcho, será uma importante alternativa nos escanteios também, por exemplo - e assim saiu a primeira assistência do meio-campista emprestado pelo Manchester United:

- O Flamengo já tinha bons batedores, como Arrascaeta e Diego, mas não tiveram um bom aproveitamento nesses últimos tempos. Agora, esse gol dá uma confiança a mais para o Andreas e cria uma alternativa para o time, pois a a bola parada vem decidindo muitos jogos. Não só a cobrança direta, mas as bolas cruzadas na área também, ele já mostrou essa qualidade.

Diego, aliás, é quem havia marcado o último gol de falta do Flamengo - em 10 de junho de 2018, no duelo contra o Paraná, Campeonato Brasileiro daquele ano, em vitória por 2 a 0. Relembre o gol abaixo:

> Fla joga no domingo! Veja a tabela do Brasileirão

Para seguir sob os holofotes e desfilando o seu talento a serviço do Flamengo, Andreas Pereira terá como próximo desafio - caso não seja poupado - o duelo diante do Cuiabá, neste domingo, às 20h30, pela 27ª rodada do Brasileirão.