Diego, Arrascaeta, Gerson e Cazares - Fluminense x Flamengo

O árbitro Alexandre Vargas, ao fundo, durante a disputa do Fla-Flu no Maracanã (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

LANCE!
16/05/2021
14:00
Rio de Janeiro (RJ)

Depois de Filipe Luís, na saída do campo, e Rogério Ceni, na entrevista pós-jogo, criticarem a atuação do juiz Alexandre Vargas Tavares de Jesus, foi a vez da diretoria do Flamengo endossar as reclamações contra a arbitragem do Fla-Flu, que terminou empatado em 1 a 1 neste sábado, na ida da decisão do Carioca.

De acordo com Rodrigo Dunshee, vice-presidente geral e jurídico do Rubro-Negro, o árbitro "premiou o antijogo e não soube se fazer respeitar".

- Ontem tivemos um árbitro que não soube apitar uma final. Premiou o antijogo e não soube se fazer respeitar. Não vou entrar em detalhes, vocês viram. O jogo final DEVERÁ ser dirigido por um árbitro maduro e q toda equipe de arbitragem esteja atenta para o antijogo e a violência - compartilhou o VP Rodrigo Dunshee, em suas redes sociais, antes de completar:

- Lembrando a todos que o Flamengo não jogou sozinho. O adversário, na proposta dele, fez um jogo correto. Não matamos nas oportunidades que tivemos e fomos castigados. Não adianta achar que Flamengo jogou mal ou errado somente. Ouve lá o Filipe Luís. O cara conhece futebol - finalizou.

Flamengo e Fluminense disputam a partida decisiva do Carioca no próximo sábado, novamente no Maracanã às 21h05. Antes, porém, a dupla entra em campo pela Libertadores. O Rubro-Negro recebe a LDU (EQU), na quarta, enquanto, na terça, o Tricolor enfrenta o Junior Barranquilla (COL). As duas partidas serão no Rio de Janeiro. Confira todos detalhes da Libertadores aqui!