Matheus Dantas
12/08/2018
17:57
Rio de Janeiro (RJ)

Presenteando os mais de 50 mil pais, filhas e filhos rubro-negros que foram ao Maracanã neste domingo, o Flamengo venceu o Cruzeiro por 1 a 0 - gol de Henrique Dourado, que voltou a ter chances com a lesão de Uribe e saída de Guerrero, mantendo-se a um ponto do São Paulo, líder do Campeonato Brasileiro. A vitória também renova as esperanças para a decisão de quarta.

Após empatarem em 1 a 1 em Porto Alegre, Flamengo e Grêmio voltam a se enfrentar no Maracanã por uma vaga na semifinal da Copa do Brasil. Quem vencer o duelo, avança. Novo empate leva a decisão para a disputa de pênaltis.


Cruzeiro reserva dá trabalho

Diferente do Flamengo, o Cruzeiro ‘largou’ o Brasileirão em função dos mata-matas. Apesar dos nove reservas em campo, o time de Mano Menezes manteve o padrão e deu trabalho aos titulares do Rubro-Negro.

É verdade que o Flamengo teve o domínio do jogo, com maior posse de bola e chances mais claras de gol, mas também foi ameaçada pela Raposa, que soube aproveitar os erros para sair em bons contra-ataques. A qualidade técnica dos titulares fizeram falta na hora das finalizações.

Piris tem estreia aprovada

Uma das novidades do Fla foi o volante Piris da Motta, atuando no lugar do suspenso Cuéllar. O paraguaio teve bons momentos jogando à frente da zaga e fazendo bons desarmes. Pegando o ritmo do futebol nacional - mostrou bom posicionamento, mas cometeu algumas faltas ‘evitáveis’ -, pode ajudar bastante.

Ceifador volta e deixa o dele

Com a lesão de Uribe na véspera do jogo, Henrique Dourado voltou a figurar entre os titulares após mais de dois meses. O camisa 19 foi o autor do gol na primeira etapa, desviando de canhota o passe de Everton Ribeiro. Lenta, a bola ainda tocou nas duas traves antes de ultrapassar a linha e o Maraca explodir em alegria. Além do gol, o Ceifador deixou tudo em campo, ajudando na marcação. Ao ser substituído, foi aplaudido.

Mano mexe e jogo fica aberto

As entradas de Thiago Neves e De Arrascaeta colocaram o Cruzeiro de vez no jogo. Diego Alves passou a ser mais exigido, mas segurou o resultado com uma defesa espetacular em cabeçada de Arrascaeta. Trauco também salvou bola na linha do gol.

O contra-ataque passou a estar à disposição do Flamengo, que não soube matar o jogo. Com emoção até o fim, os três pontos ficaram no Rio de Janeiro.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 1 X 0 CRUZEIRO

Estádio:
Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 12 de agosto de 2018, às 16h
Árbitro: Deweson Freitas da Silva (Fifa/PA)
Assistentes: Helcio Araújo Neves (PA) e Heranildo Freitas da Silva (PA)
Renda/Público: R$ 1.530.899,60 / 50.402 pagantes (55.276 presentes)

Cartão amarelo: Henrique Dourado, Lucas Paquetá e Diego Alves (FLA); Ariel Cabral, Raniel, De Arrascaeta (CRU)
Cartão vermelho: Não houve.

Gols: Henrique Dourado (1-0, 22'/1ºT)

FLAMENGO: Diego Alves; Rodinei, Réver, Léo Duarte e Trauco; Piris da Motta, Lucas Paquetá e Diego (Arão, 29'/2ºT); Vitinho (Marlos, 36'/2/ºT), Everton Ribeiro e Henrique Dourado (Pará, 38'/2ºT). Técnico: Maurício Barbieri.

CRUZEIRO: Rafael; Ezequiel, Léo, Manoel e Marcelo Hermes; Henrique, Ariel Cabral, Rafinha (Robinho, 26'/2ºT) e Mancuello (Thiago Neves, 10'/2ºT); David (De Arrascaeta, 10'/2ºT) e Raniel. Técnico: Mano Menezes.