Treino Flamengo - Bruno Henrique

Recuperado de lesão, BH27 pode ser a novidade do Flamengo no Equador (Foto: Marcelo Cortes / Flamengo)

LANCE!
17/09/2020
07:00
Quito (EQU)

A missão de estrear no comando do Flamengo pela Libertadores, em Quito, nesta quinta-feira é de Domènec Torrent, que estará à frente da equipe no Estádio Casa Blanca diante do Independiente Del Valle. O desafio é grande, uma vez que o Rubro-Negro ainda oscila sob sua direção e tem um rival na briga pela liderança do Grupo A da Copa e que chega embalado para o jogo.

Para seguir bem na defesa do título, contudo, o Flamengo terá justamente os protagonistas da conquista na última temporada. Everton Ribeiro, Arrascaeta, Bruno Henrique e Gabigol estão à disposição para formar o setor ofensivo. Entre os principais nomes da campanha de 2019, as baixas ficam por conta de Diego Alves, lesionado, e Rafinha, que vem sendo bem substituído por Isla.

O grande "reforço" para o duelo com o Del Valle é Bruno Henrique, recuperado de um edema ósseo no joelho direito e ser baixa nas últimas quatro rodadas do Brasileirão. Pedro Rocha se colocou como provável substituto, mas logo se contundiu. Já Vitinho e Michael não fizeram por onde e, sem corresponder, a vaga no ataque ao lado de Gabriel Barbosa está livre para o retorno do BH27.

Na Recopa Sul-Americana - um dos seis títulos conquistados entre 2019 e 2020 pelo Flamengo -, o quarteto ofensivo não pôde estar em campo junto. Na ida, no Equador, Gabigol cumpriu suspesnão e ficou de fora do empate em 2 a 2.

Foi ainda no primeiro que Bruno Henrique se lesionou ao chocar com o goleiro Pinos, no lance em que marcou um dos gols do Flamengo. O atacante ficou em recuperação por quase um mês e viu de fora a vitória por 3 a 0 no Maracanã, triunfo no qual foi substituído por Pedro e garantiu o título continental ao Fla.