Flamengo x La Calera - Rogério Ceni e Gabigol

Ceni cumprimenta Gabigol durante a partida (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

LANCE!
27/04/2021
22:23
Rio de Janeiro (RJ)

Com amplo domínio durante os 90 minutos, o Flamengo goleou o Unión La Calera por 4 a 1, nesta terça-feira, e se isolou na liderança do Grupo G da Libertadores. Após a partida, Rogério Ceni concedeu entrevista coletiva no Maracanã e destacou a importância da boa atuação para a sequência na temporada.

+ ATUAÇÕES: Arrascaeta e Gabigol brilham e comandam goleada do Flamengo na Libertadores

- É importantíssimo. Vitória traz bom ambiente, traz alegria, confiança... Isso é importante para sequência da competição. Agora, temos um jogo fora de casa e precisamos seguir bem. Vamos voltar a atenção para o Carioca e precisamos levar o Flamengo à final - afirmou.

CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO DA LIBERTADORES

O treinador também comentou sobre a atuação coletiva da equipe, destacando a participação dos jogadores de frente e também do sistema defensivo. 

- Gabriel empatou comigo em Copa Libertadores e está a dois gols do Zico. Está evoluindo. O Arrascaeta fez um bom gol e fez o jogo fluir. Mas num time que você tem coragem de botar seu camisa 10 de primeiro volante, você passa por isso. Eu opto pelos melhores jogadores que tenho. Gabriel foi eleito o melhor em campo? Merecido. Se fosse o Arrascaeta também, Gérson, Diego fez um grande jogo - comentou.

+ Veja mais notícias do Flamengo

- Honestamente, os últimos dois jogos que jogamos, na Argentina e hoje, são jogos complicados. Sempre é preciso melhorar, mas sofremos três finalizações em 98 minutos de jogo. Cometemos um erro que preciso ver melhor a jogada. Acho que o Bruno tentou antecipar e acabou levando a bola nas costas. Achei uma boa atuação da defesa. Na volta do intervalo, foi natural que o adversário arriscasse um pouco mais, mas depois voltamos a jogar bem. Fizemos uma boa atuação defensiva - analisou.

Líder do Grupo G com seis pontos, o Flamengo agora volta as atenções para a disputa da semifinal do Carioca. No sábado, às 21h05, o Rubro-Negro enfrenta o Volta Redonda, pela partida de ida. Em seguida, a equipe terá pela frente a viagem para Quito, no Equador, onde medirá forças contra a LDU na próxima terça-feira, pela terceira rodada da Libertadores.

Confira outras respostas de Rogério Ceni:

Início do segundo tempo

- Não é que você não entre ligado, mas o adversário naturalmente busca mais o gol, pressiona um pouco mais. Assim como se arrisca a sofrer o gol no mano a mano. Mas ele aumenta a possibilidade de finalizar no seu gol. Quando estivermos vencendo a partida, também temos que manter o nível de concentração elevado. Realmente, sofremos nos 15 minutos iniciais do segundo tempo.

Escalação contra o Volta Redonda

Jogamos sempre com o melhor Flamengo possível, buscando as vitórias e seguindo o planejamento do começo do ano, quando começamos o Carioca quase que com um time Sub-20. Usamos o time completo em três, quatro jogos... Sabemos o quanto é importante ser campeão carioca, ser campeão pelo Flamengo, e vamos rodar o elenco, usar todos os jogadores. Vai depender da avaliação que vamos fazer na reapresentação. Faremos avaliação visando o jogo da altitude contra a LDU.

Gabigol e Pedro juntos

Jogos como hoje, com dois homens centralizados, Gabriel com maior movimentação e tentamos dar força ao lado com Vitinho, com Michael... Aí o Gerson funciona mais como jogador para pifar. Foi assim no jogo passado, hoje com jogadores velozes e descansados do lado para cumprir essa recomposição que ainda falta a eles.