Flamengo x Goiás - Paulo Sousa

Paulo Sousa admitiu que a comunicação interna do Flamengo falhou em caso envolvendo Diego Alves (Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)

LANCE!
21/05/2022
19:22
Rio de Janeiro, RJ

Após dias quentes no Flamengo, Paulo Sousa enfim falou sobre o caso Diego Alves. O técnico do Flamengo voltou atrás e agora disse que o goleiro do Flamengo jamais disse que estava à disposição para jogar após lesão. Em coletiva depois da vitória contra o Goiás, neste sábado, pelo Brasileirão, no Rio, Paulo Sousa admitiu que deixou "folha solta" que permitiu interpretações equivocadas sobre o assunto.

- Admito, sem dúvida, que deixei uma folha solta para vocês especularem. Nunca o Diego (Alves) se sentiu à disposição. Nem nunca o Bruno (Spindel) me disse que o Diego estava à disposição.

- Houve também uma falta de comunicação entre meu fisioterapeuta e meu preparador. Houve uma falta de comunicação do Bruno comigo, que me induziu eventualmente a pensar. Conversamos, esclarecemos como gente que quer o Flamengo bem. Estamos centrados naquilo que queremos, que é ganhar - disse o técnico, que concedeu entrevista ao lado de Marcos Braz, vice-presidente de futebol, e Bruno Spindel, diretor de futebol.

+ Diego Alves tem reunião com direção, Diego Ribas e Paulo Sousa; clima esquenta no Flamengo

A retratação pública foi uma exigência de Diego Alves em longa reunião no Ninho do Urubu, na última quinta-feira. Envolvido no caso, o diretor de futebol, Bruno Spindel, também se pronunciou pela primeira vez sobre o caso e confirmou a versão que isenta o goleiro rubro-negro.

- Como o Mister falou, o episódio já está superado. Todos dentro do Flamengo têm o objetivo muito claro, que é ganhar títulos e dar alegria ao torcedor. Em nenhum momento o Diego se colocou à disposição, como o Mister falou.

ENTENDA O CASO

O clima nos bastidores entre Diego Alves, Paulo Grilo (preparador de goleiros) e Paulo Sousa é de desavenças desde o início da temporada. De titular a terceira opção, o goleiro se recupera de dores no púbis voltou a ser o centro das atenções após o vitória do Flamengo sobre a Universidad Católica, na última terça-feira.

Em coletiva de imprensa, Paulo Sousa deu a entender que Diego Alves, em reunião com Spindel, teria se colocado à disposição para jogar contra a Católica, apesar de não ter treinado no gramado nos dias anteriores (veja mais aqui). No dia seguinte, Diego Alves e Paulo Grilo trocaram indiretas nas redes sociais e o clima piorou.

Na reapresentação do elenco no Ninho do Urubu, na quinta-feira, o dia foi marcado por reuniões para tratar do assunto. Além de Diego Alves e Paulo Sousa, Bruno Spindel, o médico Márcio Tannure e outras lideranças do elenco também participaram da conversa, que acalmou os ânimos, mas não colocou ponto final à polêmica.