Independiente del Valle x Flamengo - Lesão Bruno Henrique

Bruno Henrique no caído após dividida com goleiro (Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)

LANCE!
20/02/2020
09:01
Quito (EQU)

O Flamengo viu dois de seus titulares passarem por contratempos na última noite, durante o jogo de ida da Recopa Sul-Americana, contra o Independiente Del Valle, em Quito. Rodrigo Caio e Bruno Henrique tiveram que ser substituídos, sendo que o segundo sofreu uma forte pancada na perna direita, em dividida com o goleiro Pinos, e chegou a deixar o campo com suspeita de fratura. No entanto, tudo não passou de um “grande susto”.

A frase destacada acima foi compartilhada pelo próprio Bruno Henrique, que foi ao Twitter tranquilizar a torcida do Flamengo, ávida por notícias do autor do primeiro gol contra os equatorianos - o duelo terminou 2 a 2.

Bruno Henrique foi de ambulância para um hospital próximo ao estádio, mas, após o apito final, retornou ao local do jogo para se juntar à delegação. Por lá, o médico João Marcelo atualizou o cenário.

- O Bruno teve um trauma importante no jogo, na dividida do goleiro. Um trauma da perna dele com a perna do goleiro. Estava com muita dor no momento do gol, não conseguiu comemorar, nem ficar em pé, já pediu substituição. A gente na avaliação, numa possibilidade de fratura, a gente levou para o hospital direto, fizemos radiografia e não constatou nenhum tipo de fratura. Ele está tratando, está medicado e vamos avaliando durante a semana.

- Um baita susto. Aqui no Equador temos o histórico do Diego recente. A gente teve agora esse susto, mas graças a Deus não foi nada demais - emendou.


Cabe destacar que o camisa 27 voltou ao estádio com bota ortopédica e muletas.

- A bota é precaução, assim como a muleta, para não estressar uma região que já está estressada. Colocou mais para proteger de qualquer tipo de dor maior - comentou o doutor do Rubro-Negro.

Já a situação de Rodrigo Caio é muscular. Na reta final da segunda etapa, o zagueiro sentiu dores no músculo adutor da coxa esquerda, dando lugar a Thuler - Bruno Henrique, em tempo, saiu para a entrada de Pedro.

- Quando cortei a bola, senti o estalo no adutor. Acontece. Comigo as coisas sempre foram difíceis. Vou tratar para voltar o quanto antes - falou Caio, na zona mista.

Ainda é cedo para indicar o tempo de recuperação da dupla. Para o jogo deste sábado, final da Taça Guanabara, diante do Boavista, é provável que ambos sejam desfalques. Eles serão reavaliados nesta quinta e também na sexta - dia da reapresentação do grupo no Ninho do Urubu.