Nathan - Flamengo

Natan com a taça do Brasileirão 2020 (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

LANCE!
24/03/2021
13:19
Rio de Janeiro (RJ)

Negociado com o Red Bull Bragantino, o zagueiro Natan se despediu do Flamengo, nesta quarta-feira. Em uma rede social, o jovem de 20 anos agradeceu e se declarou ao Flamengo, à torcida rubro-negro e projetou a sequência na carreira, agora no clube paulista. 

+ Em cinco anos, vendas de “Garotos do Ninho” superam os R$ 600 milhões no Flamengo

- Cheguei menino ainda, cresci, tive vitórias e derrotas, chorei, aprendi e realizei meus sonhos. Obrigado, Flamengo, me faltam palavras para mostrar tudo que estou sentindo, grato demais por tudo que me proporcionou, jamais esquecerei de cada momento. Dei minha vida com o manto e pelo manto sagrado. Agradeço de coração a todos funcionários que contribuíram para que eu chegasse até aqui, ao carinho que sempre recebi dessa nação tão apaixonada e sem dúvida a minha família que foi minha base nos momentos mais difíceis - escreveu Natan, finalizando:

- Sigo minha caminhada, renovo meus sonhos de menino, e vou atrás de tudo que acredito, com a mesma humildade de sempre e os pés no chão. Obrigado, Flamengo, eu amo você! - concluiu (confira a postagem abaixo). 

Em uma operação complexa (veja detalhes aqui), Natan foi emprestado ao clube paulista até janeiro de 2022 por R$ 5 milhões. Caso participe de 20 jogos oficiais nesta temporada, o Red Bull Bragantino será obrigado a comprá-lo em definitivo por cerca de R$ 22 milhões. Ao final do negócio, o Flamengo ainda irá manter 12% dos direitos econômicos do atleta.

No clube desde 2017, quando tinha 16 anos, Natan rapidamente ganhou a posição de titular e o posto de capitão nas categorias de base. Foi peça-chave nos títulos da Copa do Brasil Sub-17, em 2018, e do Brasileirão Sub-20, em 2019. 

+ Monte sua barca: escolha quem você quer fora do Flamengo em 2021

Como profissional, ele repetiu a ascensão meteórica. Recebeu a primeira chance no empate contra o Palmeiras, em setembro de 2020, quando o Flamengo sofria um surto de Covid-19 no elenco. Em menos de seis meses no time de cima, disputou 18 partidas, marcou um gol e marcou o nome na história ao participar da conquista do Octa do Brasileirão.