Corinthians x Cruzeiro

Foi a segunda vez no campeonato que o Cruzeiro venceu dois jogos seguidos no Campeonato Brasileiro de 2019- (Renato Gizzi/ Photo Premium/Lancepress!)

Valinor Conteúdo
19/10/2019
21:37
Belo Horizonte

O Cruzeiro teve uma semana especial. Talvez a primeira neste Campeonato Brasileiro. Foi a primeira vez que o time venceu fora de casa, a segunda que conseguiu duas vitórias seguidas na competição e ainda conseguiu superar duas forças do futebol paulista, São Paulo, 1 a 0 na quarta-feira, 16, no Mineirão, e a virada de 2 a 1 sobre Corinthians, neste sábado, 19, vencendo um “mini campeonato paulista”. Algo improvável pela performance do time durante todo o campeonato. 

A única vez que a Raposa havia vencido dois jogos seguidos neste Brasileirão foi contra Ceará e Goiás, nas rodadas 2 e 3 da competição. Ou seja, o Cruzeiro não sabia o que era marcar seis pontos desde o dia 5 de maio. O resultado tirou a equipe da zona do rebaixamento pelo menos até o início dos jogos da segunda-feira, 21 de outubro, pois terá de ficar de olho nos confrontos de Ceará, que encara o Bahia, fora de casa, enquanto o CSA vai ao Rio enfrentar o Botafogo, também nesta segunda-feira. Os dois times são rivais direto na luta contra o Z4.

Caso a dupla nordestina não vença, a Raposa finalmente deixará a zona do rebaixamento e tendo pela frente outro rival contra o descenso, o Fortaleza de Rogério Ceni, no sábado, 26 de outubro, às 21h, no Mineirão, com o apoio de sua torcida.

Outro fator importante no início da reação celeste é o número de jogos sem derrota. O time mineiro está a seis partidas sem deixar o gramado derrotado. Foram quatro empates, Ceará. Internacional Fluminense e Chapecoense, além das duas vitórias no “mini paulistão”. Abel Braga comentou esse fato novo em sua coletiva de imprensa.

-Mudou. Antes falavam de quantos jogos estávamos sem ganhar. Agora podemos falar da série de jogos sem perder- disse o treinador celeste.

O gestor de futebol da Raposa, Zezé Perrella, demonstrou alívio com o resultado e confiança na manutenção da sequência positiva da Raposa.

-Estamos aliviados. Mas eu nunca tive medo do rebaixamento. Torcedor pode ficar tranquilo que não caímos, não- disse Zezé.

O Cruzeiro tem de marcar ainda mais 17 pontos em 11 jogos para conseguir chegar aos 45 pontos, número de segurança que evita a queda para a segunda divisão. Seriam pelo menos cinco vitórias e dois empates, ganhando outras quatro partidas de “sobra” para tropeços.