Marquinhos Gabriel está animado com seu desempenho inicial no Cruzeiro

Marquinhos Gabriel pode ser o titular diante da Caldense, no último jogo da fase  classificatória do Estadual-Vinnicius Silva/Cruzeiro

Valinor Conteúdo
18/03/2019
16:40
Belo Horizonte

Único time invicto das séries A e B do Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro retornou às atividades na manhã desta segunda-feira, na Toca da Raposa 2. Na programação celeste, treinos para o último compromisso da primeira fase da competição estadual, contra a Caldense, na quarta-feira, às 21h30, no Mineirão. Uma vitória sobre o adversário garante o segundo lugar na fase final.

A vitória no último sábado, contra o Tupi, em Juiz de Fora, mostrou a força que a equipe terá na fase decisiva da competição, assim pensa o meia-atacante Marquinhos Gabriel. Ele substituiu Rafinha ainda no primeiro tempo da partida e criou boas chances no ataque cruzeirense.

-Agora é que o campeonato começa a entrar na reta final e a gente precisa fazer bons jogos, como fizemos no fim de semana. Aproveitamos as oportunidades. Os dois empates nos clássicos, que não deixaram a gente chegar em primeiro lugar, mas temos uma boa equipe para conquistar o título, e vamos fazer o possível para trazer este título para cá- disse o meia.

Sem saber se estará em campo contra a Caldense, Marquinhos reconhece o valor do elenco celeste e afirma que a equipe escolhida por Mano Menezes dará conta do recado.

-A gente teve a semana para trabalhar, já que não teve o jogo. Precisamos focar nesses jogos decisivos, temos um bom elenco, jogadores de qualidade. Vamos ver o que o Mano vai fazer, se vai utilizar todos os jogadores, ou usar uma equipe alternativa. Todos os jogadores estão prontos para dar conta do recado-declarou.

-Temos usado bem as peças que estão aqui, algumas contratações foram pontuais, a base já de outros anos. O elenco vai fazer muita diferença durante o ano, são 70 jogos, todo mundo precisa estar em alto nível. Temos muitas coisas para conquistar e começa pelo Mineiro. Seguir bem na Libertadores, e pensar jogo a jogo-, complementou.