Os meninos do Cruzeiro segurarm os goianos e trouxeram um bom resultado para Minas

Os meninos do Cruzeiro segurarm os goianos e trouxeram um bom resultado para Minas- Divulgação/Goiás

Valinor Conteúdo
29/03/2019
18:26
Belo Horizonte

Em um jogo bastante equilibrado no estádio Hailé Pinheiro, em Goiânia, o Cruzeiro conseguiu um importante empate, por 0 a 0, diante do Goiás, pela partida de ida das oitavas de final da Copa do Brasil Sub-20. Com o resultado, a equipe celeste precisa apenas de uma vitória simples no jogo de volta, na próxima quarta-feira, em casa, para garantir classificação.

Como era de se esperar, o adversário goiano procurou tomar a iniciativa do jogo e conseguiu algumas boas chegadas ao ataque em lances de bola parada. Apesar do time mandante buscar o jogo, o Cruzeiro não chegou a ser verdadeiramente ameaçado e, com o tempo, passou a ficar mais à vontade em campo.

Utilizando bastante a movimentação do volante Éderson, o time cinco estrelas melhorou o seu rendimento e arriscou algumas finalizações, com destaque para uma chance desperdiçada pelo centroavante Zé Eduardo, em arremate de dentro da área rival.

Ao final do primeiro tempo, o empate figurava no placar, contudo, na volta do intervalo, o Goiás fez alterações na equipe e passou a levar perigo à meta cruzeirense. Para anular a melhora do time goiano, o Cruzeiro também fez mudanças e conseguiu igualar um pouco mais a partida.

Um pouco mais encaixada, a Raposa quase anotou um golaço com o meia Marco Antônio, que arriscou do meio-de-campo, obrigando o goleiro adversário a se desdobrar para evitar o gol celeste. Após o lance, o Cruzeiro optou por uma estratégia mais voltada para os contra-ataques, o que acabou testando a segurança da defesa celeste, que soube se portar bem quando atacada.

Segurando as investidas do Goiás, o Cruzeiro chegou a ter ótimos contragolpes e ficou próximo de abrir o placar, com destaque para uma finalização colocada do meia Caio, que passou perto do gol goiano. Com ambas as defesas se sobrepondo aos ataques, o placar seguiu inalterado, sacramentando o empate sem gols entre as equipes.

Comandada pelo auxiliar Célio Lúcio, a equipe celeste entrou em campo com: Marlon; Weverton, Cacá, Edu e Matheus Pereira; Rômulo, Éderson (Leonardo), Welinton (João Luiz), Michel (Jadsom) e Mauricio (Caio); Zé Eduardo (Marco Antônio).