Corinthians x Cruzeiro - Fábio

Recentemente Tite elogiou Fábio, mas não indicou que fará uma convocação do goleiro da Raposa- DUARDO CARMIM PHOTO PREMIUM

Valinor Conteúdo
30/10/2018
17:03
Belo Horizonte

Mais uma vez questionado sobre sua ausência das convocações da Seleção Brasileira, o goleiro do Cruzeiro, Fábio indicou que mantém a esperança de ser convocado, mesmo com a recusa constante do técnico Tite em contar com o seu trabalho no time nacional.

O camisa 1 da Raposa foi polido ao responder a fala de Tite sobre dar preferência para os mais jovens e diz que enquanto estiver jogando, pensará na Seleção.

0 Pelo que eu vi, ele falou que não poderia ser culpado pelos outros treinadores. Então ele concorda que eu deveria ser em algumas outras vezes, ser observado. Como ele é um cara sábio, para ele não cair no mesmo erro dos outros. Ele ainda tem chance. Enquanto eu tiver jogando em alto nível, me preparando, dedicando. A gente tem que viver intensamente o presente, disse Fábio.

Tite justifica a ausência de Fábio por falta de tempo para adequar o jogador ao estilo que considera ideal para o selecionado nacional, mesmo com o goleiro tendo as temporadas recentes, de 2017 e 2018 em alto nível sendo um dos principais nomes das conquistas recentes do Cruzeiro, como o bicampeonato da Copa do Brasil.

- Eu tenho um treinador de goleiros e um auxiliar que são do mais alto nível. A decisão final é minha, e eu já disse que o Fábio tem grandes virtudes e está em um excepcional momento, assim como outros. O que não dá é para corrigir situações passadas em que ele não foi convocado. Aí eu não vou trazer para mim essas situações. Eu tenho dois goleiros com 25 e 26 anos. Tenho um garoto que eu posso formatar para o futuro. Teve o momento do Marcelo Grohe, do Weverton que eu gosto muito que foi campeão olímpico, do Cássio que talvez seja a trajetória mais recente de quem tenha conquistado com atuações indiscutíveis de alto nível. Então eu tenho poucos jogos para lastrear, não tenho tanto tempo. Se eu tivesse, seguramente o Fábio iria, disse Tite.

Fábio está com 38 anos e jogou 802 vezes pelo Cruzeiro, sendo o jogador com maior número de partidas pelo clube na história. Pela Seleção, não é convocado desde 2012, quando Mano Menezes, seu atual técnico, o chamou.