Cruzeiro x Botafogo

O poderio ofensivo do Cruzeiro na tarde deste domingo foi muito aquém ao visto no duelo contra o Atlético-MG, pela Copa do Brasil-(Fábio Barros/Agência F8)

Valinor Conteúdo
14/07/2019
18:22
Belo Horizonte

A tarde de futebol no Mineirão foi decepcionante para o torcedor do Cruzeiro. O empate por 0 a 0 com o Botafogo foi um “balde de água fria” no cruzeirense, que esperava ver uma boa exibição da equipe após a grande vitória sobre o Atlético-MG, pela Copa do Brasil, na última quinta-feira.

A perda de dois pontos em casa tirou a chance da Raposa de sair da zona do rebaixamento nesta rodada, sem depender de outros resultados. Com a igualdade diante do Fogão, o time celeste terá de torcer para tropeços de Fluminense e Chapecoense. O Cruzeiro chegou aos nove pontos em 10 jogos.

Atualização da nota

A Chape recebeu o Atlético-MG na Arena Condá e perdeu por 2 a 1, mantendo a Raposa fora do Z4. O próximo time a ser secado pelo Cruzeiro é o  Flu, que encara o Ceará nesta segunda-feira, às 20h. 

Na saída do jogo, o goleiro Fábio comentou o tropeço e reforçou que dentro de casa, o Cruzeiro não pode desperdiçar a chance de marcar os três pontos, pois só assim poderá ter tranquilidade na parte final do campeonato, quando se decide vagas na Libertadores, título e claro, o fantasma da queda para segunda divisão.

-A gente não tem zona de conforto neste momento no campeonato. Então, tem de sempre pontuar para lá na frente termos tranquilidade. Nosso papel é fazer mais ainda dentro do Mineirão para que gente consiga as vitórias- disse o camisa celeste.

A Raposa volta à campo pelo Brasileiro no próximo sábado,20 de julho, às 17h, diante do Bahia, na Fonte nova. Antes, decidirá uma vaga nas semifinais da Copa do Brasil, contra o Atlético-MG, quarta-feira, 17 de julho, às 19h15, no Independência. O time azul pode perder por até dois gols de diferença que segue na competição mata-mata por ter vencido o jogo de ida por 3 a 0.