Cruzeiro x Santos

Perfil de jogadores pedido por Ceni tende a ser mais  ofensivos do que os de Mano- (Dudu Macedo/Fotoarena/Lancepress!)

Valinor Conteúdo
22/08/2019
18:15
Belo Horizonte

Uma nova realidade chegou ao Cruzeiro com Rogério Ceni. Com perfil antagônico ao de Mano Menezes, o novo treinador da Raposa já coloca o seu perfil de trabalho e de de jogadores que deseja contar para agora e no futuro.

Com uma visão de mais tempo com a bola nos pés, atacar mais o adversário, Ceni já pautou a diretoria sobre o perfil de atleta que o clube deverá procurar para reforçar a equipe.

-O time do Cruzeiro foi montado do ano passado para este ano, com a configuração do treinador da época, que era o Mano. Então, temos uma característica voltada para o estilo de jogo que o Mano emprega em suas equipes. O Rogério tem um estilo diferente de jogar. E nós já detectamos, junto com ele que, para que ele possa ter mais recursos para implementar essa filosofia, precisa de alguns ajustes no elenco, para que ele possa ter mais opções- disse Marcone Barbosa, gerente de futebol da Raposa, em entrevista à Rádio 98 nesta quinta-feira.

Barbosa afirmou que o Cruzeiro já trabalha para o ano de 2020, iniciando o planejamento no clube, mas ainda sim está de olho no mercado interno de jogadores, pois a janela internacional só abre no fim do ano.

-Já trabalhamos pela chegada de reforços, estamos pensando muito na temporada de 2020, quando vamos ter uma oferta maior de atletas, uma vez que, agora para este ano, a chegada de atletas vindos do exterior não é mais possível. O olhar do clube está muito interno, para o mercado nacional, para identificar atletas que se adaptem a esse perfil de jogo que o Rogério está implementando no Cruzeiro- contou.

Um dos nomes ventilados no momento para reforçar a Raposa é do atacante Guilherme, do Sport. Por enquanto não há confirmação de negociações abertas com o jogador ou com o clube pernambucano.