Os funcionários da sede administrativa ficarão de férias coletivas como prevenção contra o coronavírus

A dívida de Imposto de Renda do Cruzeiro é referente ao ano de 2019-(Divulgação/Cruzeiro)

Valinor Conteúdo
23/07/2020
17:45
Belo Horizonte

O Cruzeiro recebeu uma ordem da Justiça Federal para realizar um pagamento no valor de R$ 7.476.013,90 por dívidas tributárias com a União. O clube mineiro tem cinco dias para quitar o débito.

A Raposa não repassou aos cofres públicos os valores devidos do Imposto de Renda referente ao ano de 2019. A informação foi divulgada inicialmente pelo jornal “Hoje em Dia” e confirmada pelo L!.

Se o Cruzeiro não realizar o pagamento poderá ter seus bens penharados para honrar a dívida.

A decisão e determinação expedida e assinada pelo juiz Luiz Cláudio de Souza Fontes, que julgou o processo na 23ª Vara Federal de Execuções Fiscais da Seção Judiciária de Minas Gerais.

Esse débito da Raposa com o Governo Federal é uma das pendências do clube mineiro. De acordo com dados da Procuradoria Geral da Fazenda Nacional, o Cruzeiro deve R$ 261.887.994,79, sendo R$ 253.770.074,73 referentes a tributos e R$ 8.117.920,06 em contribuição previdenciária (INSS). Esses débitos estão parcelados no Profut, um programa de refinanciamento do governo para zerar dívidas tributárias dos clubes esportivo.