Maurício tem sido um dos destaques do jovem time da Raposa em 20210

Maurício foi revelado na base celeste, mas foi trocado por Willian Potker com o Internacional-(Bruno Haddad/Cruzeiro)

Valinor Conteúdo
26/10/2021
18:52
Belo Horizonte

O Cruzeiro sofreu mais uma derrota na Justiça do Trabalho. O judiciário condenou o clube mineiro no processo movido por Maurício, atualmente no Internacional, a pagar R$ 1 milhão por dívidas enquanto esteve na equipe profissional da Raposa, de 2019 a 2020. O meia subiu para o profissional no fim de 2019.

A decisão foi expedida pelo juiz Alfredo Massi . Maurício cobra o salário de dezembro de 2019, luvas referentes a dezembro de 2019, acréscimo remuneratória de outubro de 2020, saldo de salário de 30 dias, 13º salário proporcional de 2020, férias proporcionais, luvas referentes ao mês de outubro de 2020, direitos de imagem referentes a outubro de 2020 e multas previstas na CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas). Todas não pagas pelo Cruzeiro.

O cálculo da indenização Maurício foi baseado no seu último salário no clube, de R$ 150 mil por mês. Com a ação, movida em setembro passado, p jogador cobrou a equipe celeste para receber os valores após sua saída para o Colorado.