O letreiro foi inspirado na cidade de Amsterdã, na Holanda, e servirá como ponto de referências para visitantes do estádio

O Mineirão, habitual casa da Raposa, não deve ser liberada para jogos do time azul no retorno do futebol-( Agência i7/Mineirão)

Valinor Conteúdo
08/07/2020
18:54
Belo Horizonte

O Cruzeiro está procurando onde jogar quando o Campeonato Mineiro voltar, no dia 26 de julho. A medida da Raposa é para se antecipar e não ter onde atuar, já que há um veto da Prefeitura e Belo Horizonte sobre abrigar eventos esportivos devido a pandemia do novo coronavírus.

A norma da PBH é mais uma medida de prevenção contra a doença, que voltou a crescer com a flexibilização do comércio, que teve de ser revista, com retorno da quarentena de locais não essenciais.

-O Cruzeiro tem se preparado para a volta do futebol, agora com datas estabelecidas. A intenção inicial do clube é a de que os jogos sejam realizados no Mineirão. No entanto, caso as partidas não sejam liberadas em Belo Horizonte, o Cruzeiro também tem avaliado, de forma técnica, a possibilidade de se jogar em outros estádios, sendo a Arena do Jacaré uma destas opções. O clube planeja, nos próximos dias, realizar vistorias em estádios que podem ser alternativas em relação ao Mineirão-dizia nota da assessoria do clube.

Com esse cenário, a Raposa também pensa já na Série B, que vai se iniciar em agosto, pois dificilmente terá como atuar em BH. A cidades candidatas a receber jogos do time celeste são Nova Lima, Nova Serrana e Sete Lagoas.

- Nossa equipe técnica vai começar a fazer visitas nesta semana, no começa da semana que vem, Sete Lagoas, Nova Lima, talvez Nova Serrana podem ser uma alternativa. Vamos observar esses estádios que estão mais próximos, que a gente está acostumado a jogar, caso BH não seja possível fazer - disse o presidente do Cruzeiro, Sérgio Santos Rodrigues, em entrevista à rádio Super FM.

A decisão terá de ser rápida, pois o primeiro compromisso da Raposa na volta do Estadual será contra a URT como mandante. E, além do Mineirão, o Independência também não poderá receber partidas por estar na cidade de Belo Horizonte.