Joel foi contratado em 2015 e jogou 27 vezes pela Raposa, marcando cinco gols

Joel encerrou seu vínculo com o  Cruzeiro este ano, fez uma mensagem de agradecimento e pouco tempo depois, entrou na Justiça contra o ex-clube-(Vinnicius Silva/Cruzeiro)

Valinor Conteúdo
14/07/2020
18:35
Belo Horizonte

O atacante Joel entrou com uma ação na Justiça contra o acionou o Cruzeiro. O caso corria sob sigilo na na 45ª Vara do Trabalho de Belo Horizonte, mas o juiz Adriano Marcos Soriano Lopes retirou o sigilo dos documentos, revelando o valor da petição do jogador camaronês: R$ 1.337.040,00.

O ex-atacante da Raposa cobra salários atrasados, 13º salário, FGTS, férias, gratificação, diferença salarial, multas e verbas indenizatórias e rescisórias. O clube e o jogador já tem encontro marcado para tentar um acordo: uma audiência no dia 30 de julho.

A ação judicial vem pouco tempo depois do jogador encerrar seu vínculo com o Cruzeiro, no dia 13 de junho. Joel, que estava emprestado ao Marítimo, de Portugal, até postou uma mensagem de despedida, agradecendo ao time celeste.

-Hoje (ontem) se encerra meu vínculo com este gigante incontestado, Cruzeirão cabuloso. GRATIDÃO é a palavra que resume o meu agradecimento do fundo do coração. Muito Obrigado ao CRUZEIRO ESPORTE CLUBE pela oportunidade de vestir essa Camisa. #GRATIDAOETERNA- postou em seu Instagram.

O camaronês não teve grandes números com a camisa estrelada, entrando em campo em 28 jogos, marcando apenas três gols no Cruzeiro.

Joel se profissionalizou e se destacou jogando no Brasil, atuando pelo Londrina. Em 2014, o Coritiba o contratou, onde fez uma boa temporada. Em dezembro do mesmo ano, a Raposa o contratou para o ano de 2015.

O atacante não conseguiu boa sequência em terras mineiras, e foi emprestado para Santos, Botafogo, Avaí e por fim o Marítimo-POR.

Em 2019, Joel reapareceu na reta final do Brasileiro no elenco do Cruzeiro, entrou em campo quatro vezes, sem fazer gols, não ajudando a evitar o rebaixamento cruzeirense para a segunda divisão.