cavani

O meia do Cruzeiro deu um presente ao colega de seleção após ser congratulado pela conquista da Copa do Brasil- Reprodução

Valinor Conteúdo
22/10/2018
22:31
Belo Horizonte

Em um gesto gentil, o meia Arrascaeta do Cruzeiro devolveu um afago recebido pelo colega de seleção uruguaia, o atacante atacante Cavani, do PSG, que enviou um vídeo dando parabéns ao jogador após a conquista da Copa do Brasil.

Arrascaeta vai presentear o colega de Celeste Olímpica com um camisa personalizada do Cruzeiro que terá o nome do centroavante e o número 9, usado por ele no clube francês.


O camisa 10 da Raposa postou um um vídeo no Twitter falando sobre o presente e que o agrado é uma maneira de o cruzeirense agradecer ao companheiro de seleção uruguaia por tê-lo parabenizado pelo título da Copa do Brasil.

- Olá, Edi! Queria te agradecer pelas palavras. Nós, atletas de futebol, às vezes, temos que fazer um esforço muito grande para chegar, como aconteceu comigo, a uma partida tão importante. Então, te agradeço pelo carinho, que sinto com você também. Queria te mandar um presente, quando te ver, te entregarei pessoalmente. Todos no clube ficaram muito contentes. Conversei com a pessoas fora do gramado. No dia de amanhã, quem sabe você pode ser o camisa nove do Cruzeiro. Te mando um abraço grande, disse no vídeo.

A relação de Arrascaeta e Cavani se intensificou quando ambos estavam defendendo a seleção do Uruguai em amistosos na Ásia. O craque do PSG mandou um incentivo ao meia da Raposa.

– Irmão, queria te felicitar e resolvi fazer isso em público, porque você é um exemplo por tudo o que fez nos últimos dias, viajando para vestir a camisa da seleção (uruguaia) e depois voltando e sacrificando muitas coisas para ajudar sua equipe (Cruzeiro) a jogar essa partida tão importante. Felicito vocês e seus companheiros por este título. Te desejo o melhor, por tudo o que fez. Saudações, campeão, um abraço grande , disse Cavani. Confira o vídeo no player abaixo.

Arrascaeta e Cavani jogam juntos na seleção uruguaia e foram companheiros na Copa do Mundo da Rússia. Os dois formaram, ao lado de Suárez, o trio ofensivo na estreia da competição, mas o cruzeirense acabou perdendo espaço para Laxalt ainda na fase de grupos. Agora, ele tenta recuperar a condição de titular neste novo "ciclo" de Copa.