Prestes a completar 100 jogos pelo Cruzeiro, Robinho valoriza classificação às quartas de final na Copa do Brasil

Robinho está no time celeste de 2016, vindo do Palmeiras, que o trocou com a Raposa pelo atacante William-(Vinicius Silva/Cruzeiro. E. C.)

Valinor Conteúdo
10/07/2019
18:34
Belo Horizonte

Referência técnica em campo e um dos líderes do elenco, o meia Robinho continuará no Cruzeiro por mais um bom tempo. O camisa 19 chegou a um acordo com a diretoria estrelada e estendeu seu vínculo com o Clube até dezembro de 2021.

Robinho chegou ao Cruzeiro no ano de 2016, oriundo do Palmeiras, e desde então se tornou um dos jogadores mais aclamados pela Nação Azul. Sua estreia foi em um empate por 1 a 1 contra o América-MG, válido pelo Campeonato Brasileiro, em 28 de maio daquele ano. No duelo, o maestro mostrou seu cartão de visitas dando a assistência para o gol celeste.

Nestes três anos de Cruzeiro, Robinho disputou 153 jogos com a camisa cinco estrelas, marcou 24 gols e ainda deu 32 assistências, sua principal especialidade. Decisivo, o meia teve participação direta nos bicampeonatos da Copa do Brasil (2017 e 2018), quando marcou um dos gols na grande final contra o Corinthians ano passado, e do Campeonato Mineiro (2018 e 2019).

-Fiquei bastante feliz com essa renovação, sempre foi meu objetivo e minha vontade. Desde que cheguei fui muito bem recebido por todos no Clube e pela torcida, que é maravilhosa. É uma grande responsabilidade, mas também um privilégio imenso poder vestir e defender essa camisa tão vitoriosa. Agora é continuar trabalhando firme para que eu possa conquistar ainda mais títulos pelo Cruzeiro. Com certeza ainda tem muitas coisas boas reservadas pra gente na sequência dessa caminhada-disse.