O América-MG está com um ponto de vantagem sobre o rival na classificação geral do Brasileiro sub-20

(Gustavo Aleixo/Cruzeiro)

Valinor Conteúdo
11/09/2019
18:07
Belo Horizonte

Enfrentando o América-MG pela terceira vez no mês, a Raposa, que havia eliminado o rival regional nas quartas de final do Campeonato Mineiro, voltou a enfrentar o mesmo adversário, na tarde desta quarta-feira, no estádio das Alterosas, no Sesc Venda Nova, pelo Campeonato Brasileiro da categoria. O placar foi 1 a 1, sendo que o gol celeste foi marcado por Vinícius Popó, com Guilherme anotando para o Coelho. .

Com o resultado, o Cruzeiro chegou aos 25 pontos e subiu para a sexta colocação na tabela de classificação. Comandado por Célio Lúcio, já que Ricardo Resende cumpria suspensão automática, o time estrelado teve vários desfalques na partida, como o volante Rômulo e o zagueiro Jonathan machucados e o lateral direito Luiz Gustavo suspenso, além dos atletas que estão servindo a equipe profissional. Já a equipe americana soma 26 pontos e permanece na 5ª posição da tabela na competição de base. 

Pelo Brasileiro, a equipe celeste volta a campo no dia 18/09, quando recebe o Internacional, às 15h, no Sesc Venda Nova. No próximo domingo, o Sub-20 celeste volta a campo pelo Campeonato Mineiro, às 17h, no Sesc Venda Nova, quando enfrentará o Atlético-MG, pela semifinal do estadual.

O jogo

Debaixo de um sol escaldante, o Cruzeiro começou a partida indo para o ataque. Com menos de um minuto, Popó cruzou e Thiago quase marcou.

Aos 17, a Raposa foi surpreendida e o adversário abriu o placar com um chute de fora da área. Aos 46, Thiago escorou para Rafinha que finalizou para fora.

Na etapa final, aos 20 minutos Valdir cruzou pela direita, após tabelar com Caio, mas Thiago finalizou por cima do gol.

O empate cinco estrelas saiu aos 24 minutos. César deu um belo passe de canhota para Vinícius Popó, que de primeira mandou para o fundo do gol. Final de jogo América-MG 1 a 1 Cruzeiro.

Diante do América-MG, Célio Lúcio levou a campo a seguinte formação: Vinícius; Pedro Bicalho (Valdir), César, Paulo e Matheus Pereira; Alexandre Souza, Rafinha Potiguar (Matheus Soares) e Michel (Marco Antônio); Caio (Riquelmy), Thiago e Vinícius Popó (Stênio).


O técnico americano  Paulo Ricardo escalou o América com: Robson; Einstein, Gustavo (Guilherme Ferreira), Zé Vitor e Luan; Sabino, Guilherme Borges (João Victor) e Carlos Alberto (Gustavinho); Renan, Osmar (João Gabriel) e Guilherme.