Corinthians x Avaí - Coelho

Coelho está próximo de colocar o Corinthians na Copa Libertadores do ano que vem (Peter Leone/Ofotografico/Lancepress!)

Yago Rudá
28/11/2019
01:10
São Paulo (SP)

O Corinthians ainda está longe de empolgar seu torcedor pelo futebol demonstrado dentro das quatro linhas, mas o novo estilo de jogo implantado pelo técnico Dyego Coelho dá mostras de que está sendo bem aceito pelo elenco. Na noite desta quarta, o Timão foi ofensivo e bateu o Avaí, por 3 a 0, com gols de Gustagol, Júnior Urso e Mauro Boselli. De quebra, se distanciou o Goiás - nono colocado - em sua jornada por uma vaga na Copa Libertadores. 

TABELA
>Confira a classificação atualizada do Campeonato Brasileiro

Praticamente tudo o que é pedido por Coelho nos treinamentos no CT Joaquim Grava foi executado pelos jogadores em campo. O Corinthians sufocou o adversário, teve velocidade pelos lados do campo e buscou o centroavante Gustagol - depois Boselli nos minutos finais do segundo tempo - nas jogadas de ataque. Sem a bola, a equipe pressionou o Avaí e passou quase que a partida inteira no campo de ataque. 

O rendimento foi bom, a torcida saiu feliz e o Timão dá mostras de que está no caminho certo para 2020. Contudo, é necessário pontuar que o Avaí entrou em campo já rebaixado para a Série B e apenas cumpriu tabela. Não à toa os catarinenses estão na lanterna do campeonato, visto que praticamente não ofereceram resistência alguma para o Corinthians.

Dito isto, é importante ressaltar alguns aspectos da atuação do Corinthians nesta noite. A equipe não recuou, não deu prioridade à posse de bola em detrimento da busca pelo gol - algo que era tratado pela torcida como um dos principais erros de Fábio Carille - e teve coragem de dar espaços ao Avaí em busca da vitória em casa. 

Agora, o Timão está na sétima colocação do Campeonato Brasileiro, com 53 pontos ganhos, e quatro de vantagem para o Goiás - o primeiro fora da zona de classificação para o torneio continental. Para não jogar a Libertadores em 2020, o Corinthians precisa tropeçar nas três rodadas que restam até o fim da temporada. Não é o final que a Fiel esperava, mas, com Coelho, a tendência é de que a equipe consiga salvar o ano.