Vagner Love - Corinthians

O atacante Vagner Love durante treinamento do Corinthians (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians)

Rafaela Cardoso - São Paulo (SP)
16/06/2019
08:00

No primeiro semestre de 2019, o Corinthians comandado pelo técnico Fábio Carille ainda não conseguiu deslanchar com seu setor ofensivo. São 40 gols em 38 partidas disputadas nesta temporada, levando em conta quatro competições: Campeonato Paulista, Campeonato Brasileiro, Sul-Americana e Copa do Brasil.

Nesta edição do Brasileirão, o Alvinegro balançou a rede dos adversários em apenas sete oportunidades, em oito partidas até aqui (o time tem uma a menos). O Palmeiras, líder da competição e dono do melhor ataque, por exemplo, tem 17 gols (não considerando o tento marcado contra o Botafogo).

Além disso, os torcedores corintianos não soltam o grito de gol há mais de 300 minutos. Se marcar um tento já está complicado, fazer três na mesma partida só aconteceu duas vezes, por enquanto: contra o Avenida e, também, ante o Ceará, ambos pela Copa do Brasil.

Finalizar não tem sido tarefa fácil para os jogadores de frente. Nestas primeiras rodadas do Nacional, foram 63 finalizações, sendo 23 certas e 40 erradas, com aproveitamento de 36,5%, segundo números do site Footstats.

Dos principais jogadores de ataque, Clayson e Vagner Love são quem mais finalizam: sete vezes cada um. No entanto, Clayson tem um chute certo a mais que o companheiro (quatro contra três). Sornoza também arriscou sete vezes a gol, mas errou todas as tentativas.

Na sequência, com três arremates, estão Gustagol (dois chutes certos) e Jadson (três errados). E, por fim, Boselli, com dois chutes, acertando um deles.

Apesar de ter o terceiro pior ataque do Brasileirão (atrás de CSA e Avaí), o Timão ocupa atualmente a 10ª posição da tabela de classificação, com 12 pontos e um jogo a menos.